28/05/2024

São João do Maranhão conquista população, operadores e agentes de turismo em São Paulo

A Secretaria de Estado do Turismo (Setur-MA) fez parte da equipe do Governo do Maranhão que desembarcou na maior metrópole do país para a prévia do lançamento do São João maranhense, considerado o maior do mundo por durar mais de dois meses, na noite da última quinta-feira (2), no Hotel InterContinental, em São Paulo. Após o evento, operadores, agentes de viagens e imprensa demonstraram entusiasmo para a temporada junina deste ano.

Um dos profissionais do setor, Fabrício Romero, gerente de produtos da CVC, acompanha a estratégia de promover o destino. Ano passado, ele percebeu os impactos positivos dos investimentos no São João nas vendas dos pacotes de viagens e ficou entusiasmado para a procura deste ano.

“É muito importante porque a gente está na parte da criação dos pacotes, gerindo esse movimento do destino como um todo. O evento ajudou a impulsionar demais nessa parte da divulgação e é excelente pra impulsionar o turismo do Maranhão. Em 2023, a procura nos motivou a fazer ainda mais parcerias com o Governo do Estado do Maranhão, pra gente poder estruturar todos os pacotes”, lembrou Romero.

O público acompanhou a exibição de um vídeo emocionante com trilha sonora das toadas de bumba meu boi e imagens fascinantes de São Luís, Lençóis Maranhenses, Chapada das Mesas e da Praia de Araoca. E também as apresentações do Boi de Morros e do Cacuriá de Dona Teté.

A secretária de Estado do Turismo, Socorro Araújo, enfatizou as ações relacionadas à pasta que impulsionam o setor e está confiante.

“Foi uma festa comercial. Apresentamos o Maranhão para os ‘vendedores’ do turismo. Compartilhamos que o governador Carlos Brandão reduziu o ICMS sobre o querosene da aviação para a menor taxa que é possível ser dada para que haja mais conectividade, para diminuir os custos e para que possamos ter maior número de voos”, enfatizou a secretária de Turismo.

“Continuamos discutindo, planejando e executando medidas para baixar o preço das passagens aéreas, inclusive, estaremos no Feirão Nacional do Turismo proposto pelo MTur, no dia 18 de Maio, com esse propósito de venda de pacotes promocionais na alta e na baixa estação”, acrescentou.

Em 2024, a temporada junina vai ter prévias a partir da primeira quinzena deste mês. O início propriamente dito será no próximo dia 31, num cortejo pelo Centro Histórico de São Luís. As prévias e a temporada oficial somam mais de 60 dias de festejo. Toda a programação popular será mantida, de acordo com o governador do Estado, Carlos Brandão.

“A gente sempre valoriza os nossos artistas e grupos locais. Manteremos as tradições dos arraiais, como Ipem e Cidade Operária, o bumba meu boi na Capela de São Pedro, o encerramento no bairro do João Paulo. Mas, este ano, também vamos inovar com alguns shows nacionais na região do estádio Castelão e pretendemos ampliar as festas juninas em ‘cidades-pólo’, a exemplo de Barreirinhas, Imperatriz, Timon e Pinheiro”, frisou Brandão.

Recepção positiva também às estratégias de promover o São João pelas redes sociais, através de filtros inspirados na cultura maranhense, e à praticidade de disponibilizar aplicativos que ajudam os turistas a chegarem aos arraiais. O lançamento do São João em São Paulo foi realizado pelas secretarias estaduais de Cultura, Comunicação e Turismo.

Espetáculo maranhense ganha a Avenida Paulista

Antes da cerimônia de prévia do São João, o gingado e as cores do cacuriá e os sons, passos e indumentárias do bumba meu boi invadiram os cenários da capital paulista. O tradicional Cacuriá de Dona Teté se apresentou ao ar livre, durante uma transmissão ao vivo na região dos Jardins. A dança típica que tem agenda o ano inteiro intensifica os compromissos durante a temporada junina.

Depois, foi a vez do Boi de Morros proporcionar um espetáculo na Avenida Paulista, centro econômico e financeiro nacional que concentra gente de toda parte. Quem passou por lá pode apreciar a musicalidade e dança do sotaque de orquestra, que é apenas um dos múltiplos sotaques maranhenses da manifestação considerada Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

A atriz maranhense Bella Sousa, que mora em São Paulo, acabou se emocionando no reencontro com as próprias raízes.

“Na hora que eu peguei meu celular para gravar eu comecei a ver os detalhes do boi, como ele é lindo, não consegui me controlar e comecei a me emocionar. Mas era uma mistura de emoção, de estar gravando e tentando dançar com as índias. Então, nesse momento, eu me teletransportei para o São João”, revelou.

A paraense Cyntia Ferreira, que também mudou de estado, aproveitou o horário de almoço para assistir à apresentação.

“Tem que mostrar para o mundo e para o Brasil toda essa riqueza que vocês têm de cultura, como o bumba meu boi”, comentou, provando que as riquezas culturais maranhenses impressionam os de casa e dos de fora.