14/04/2024

Bloco “Fuzileiros da Fuzarca” celebra 2022 com “Carnaval” na Madre Deus

Direção do Bloco afirma que uso de máscaras será obrigatório

Com muita saudades do carnaval, porque não teve concentração e saídas de cordão o ano de  2021, em razão da pandemia de COVID-19,  e para manter a tradição do primeiro dia de cada ano, o bloco Fuzileiros da Fuzarca (FF) comemora a chegada de 2022 com animado cortejo carnavalesco, que acontece neste sábado (1º de janeiro). A direção comunica que concentração terá início às 16h na sede da agremiação, que fica na Rua Afrânio Peixoto, de onde os foliões sairão percorrendo as principais ruas do bairro da Madre Deus.

Em tempo ainda de pandemia, será seguido todos os protocolos sanitários, uso obrigatório de máscaras, utilização de álcool em gel, de acordo com as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) e dos governos estadual e municipal .

Segundo adiantou a presidente dos Fuzileiros da Fuzarca, Maria da Graça Viana, o bloco carnavalesco contagiará foliões e turistas ao entoar as principais sambas tradicionais, que se eternizaram no Carnaval de São Luís e na boca dos maranhenses. Entre elas, Sandália de Prata, Foi Você, Não Tenho Hora Pra Voltar, Joana, Pra Que Chorar, Descendo o Morro.

CELEBRANDO A VIDA

 “Vamos entrar o ano com alegria e, ao mesmo tempo, desejando a todos muita saúde, já que ainda estamos vivendo as Pandemias, disse a diretoria dona Sonia, do FF, ao acrescentar que a saída do bloco faz parte dos preparativos para as comemorações dos 86 anos dos Fuzileiros da Fuzarca, a ser celebrado no dia 11 de fevereiro.

A direção dos Fuzileiros da Fuzarca lembra, ainda, a todos os brincantes, turistas e foliões de São Luís que, a partir do cortejo, estará promovendo sempre aos domingos, a partir das 16 horas, na sede da agremiação, o tradicional ensaio da bateria, das pastoras e da porta-estandarte. “Venha e traga sua máscara animação. A entrada é gratuita”.

Tradição e história – Composto por cerca de 100 componentes (ritmistas e pastoras), o bloco Fuzileiros da Fuzarca foi fundado no ano de 1936 por poetas e compositores apaixonados por samba e carnaval – o último bloco sobrevivente dos grupos tradicionais da década de 1940. Cristóvão Colombo da Silva, o popular “Alô Brasil”, Sandoval Silva, Mané Caju, Pedro Pantaleão, Astrogildo Silva, Carlos Moreira, José João foram os iluminados menestréis que deram vida a uma das mais puras tradições da cultura popular do Maranhão.

O ritmo cadenciado, produzido pelas ritintas, taróis-de-mão e duas-por-uma (instrumentos de percussão cobertos com couro de bode e carneiro), além das cores usadas (preto e branco) e da estrela nas confecções das fantasias, são as marcas inconfundíveis dos Fuzileiros da Fuzarca.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.