22/05/2024
Sem categoria

COM DOIS FRANGOS DE JÚLIO CÉSAR, BRASIL CONSEGUIU PRIMEIRA VITÓRIA NA COPA AMÉRICA, DIANTE DO FRACO EQUADOR

Brasil vence o Equador, fica em primeiro no grupo e agora pega o Paraguai na Copa

O Globo (esporteglb@oglobo.com.br)

Foi com um pouco de sofrimento, mas finalmente o Brasil desencantou e venceu nesta Copa América. Com dois gols de Pato e outros dois de Neymar, a seleção brasileira bateu o Equador por 4 a 2 na noite desta quarta, em Córdoba, e terminou em primeiro lugar no Grupo B. O Brasil agora enfrenta o Paraguai – que ficou em terceiro ao empatar em 3 a 3 com a Venezuela – no domingo, às 16h, em La Plata.

Se não teve ainda uma atuação convincente, ao menos a seleção teve uma noite inspirada de Pato e de Maicon, opção forte de jogadas pela direita. A zaga, porém, não mostrou segurança e Júlio César falhou nos dois gols equatorianos.

Com Maicon no lugar de Daniel Alves na lateral direita e Robinho de volta ao time no lugar de Jádson, o Brasil tomou a iniciativa no primeiro tempo, mas sem empolgar e sem pressionar o Equador. Ganso estava apagado e Neymar mais uma vez não conseguia repetir os dribles que o consagraram no Santos.

Após inúmeras tentativas com Maicon pela direita, o Brasil acabou chegando ao seu gol pelo lado oposto. André Santos cruzou na área e Alexandre Pato se antecipou bem à zaga para cabecear forte aos 28 minutos: 1 a 0.

Aos 36, o Brasil quase ampliou em boa trama pela direita. Robinho puxou contra-ataque e acionou Maicon, que foi ao fundo e cruzou rasteiro para trás. Robinho pegou de primeira e acertou a trave. No minuto seguinte, porém, um frango de Júlio César jogou um balde de água fria na seleção. Caicedo arriscou rasteiro de fora da área, no meio do gol, e o goleiro brasileiro caiu muito mal. A bola passou por baixo de seu corpo: 1 a 1. Ainda antes do intervalo, o Equador quase virou em chutaço de Arroyo, espalmado por Júlio César.

O segundo tempo começou em alta velocidade. Logo aos quatro minutos o Brasil voltou a ficar na frente no placar. Ganso finalmente apareceu no jogo e deu bom passe para Neymar, que bateu de primeira dentro da área para fazer 2 a 1.

O Equador reagiu aos 13. A zaga brasileira deu bobeira e novamente Caicedo chutou da entrada da área. O chute saiu forte, mas Júlio César caiu atrasado: 2 a 2. Desta vez, porém, mal houve tempo para o Equador comemorar. Três minutos depois, Neymar chutou de fora da área e foi a vez do goleiro do Equador, Elizaga, falhar. Ele deu rebote para o meio da área e Pato chegou dividindo com Robinho e um zagueiro para marcar o terceiro.

A partir daí, praticamente só deu Brasil. Maicon, de atuação destacada, quase marcou um golaço em chute de longe. Aos 26, o lateral passou mais uma vez voando pela marcação, foi ao fundo e cruzou rasteiro. Neymar, livre na pequena área, só completou para o gol para fechar o placar em 4 a 2.

BRASIL 4 x 2 EQUADOR
ESTÁDIO: Mario Kempes, em Córdoba (ARG)

ÁRBITRO: Roberto Silvera (URU)

CARTÕES AMARELOS: André Santos (BRA); Noboa, Minda (EQU)

GOLS: Pato (1-0), aos 27’/1ºT; Caicedo (1-1), aos 36’/1ºT; Neymar (2-1), aos 4’/2ºT; Caicedo (2-2), aos 13’/2ºT; Pato (3-2), aos 15’/2ºT; Neymar (4-2), aos 26’/2ºT

BRASIL: Julio César; Maicon, Lúcio, Thiago Silva, André Santos; Lucas Leiva, Ramires, Ganso (Elias, 31’/2ºT) ; Robinho, Neymar (Lucas Silva, 34’/2ºT) e Pato (Fred, 40’/2ºT). TÉCNICO: Mano Menezes

EQUADOR: Elizaga; Reasco (Achilier, 37’/2ºT), Araujo, Erazo, Ayovi; Minda, Noboa (Montaño, 44’/2ºT), Arroyo, Méndez (Mina, 31’/2ºT); Benítez, Caicedo. TÉCNICO: Reinaldo Rueda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.