23/05/2024
Sem categoria

CRIME DA OSCAR FREIRE: Suspeito de matar Eugênio Bozola e o modelo Murilo Rezende (Mister Piauí) foi transferido para SP

ELIDA OLIVEIRA
DE RIBEIRÃO PRETO

Rosseti, 21, saindo da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Sertãozinho (SP), na segunda-feira (29)

O suspeito de matar há uma semana o analista de sistemas Eugênio Bozola, 52, e o modelo Murilo Rezende da Silva, 21, em um apartamento na rua Oscar Freire, em São Paulo, foi transferido para a capital na manhã desta terça-feira (30).

VERSÃO DE ROSSETI

O delegado Targino Osório disse ontem que Rosseti declarou informalmente ter ido para São Paulo com a promessa de trabalhar com Bozola, o que não aconteceu. O trabalho deveria começar na semana do crime.

Segundo o relato, no dia dos assassinatos, Bozola teria oferecido um suco amargo a Rosseti. O jovem tomou um pouco da bebida e, ainda segundo o delegado, desconfiou que havia drogas no suco.

Rosseti pegou no sono e só acordou no meio da noite, segundo o relato, e viu Bozola esfaqueando Silva.

Segundo o delegado, Rosseti disse que tentou fugir, mas as portas do apartamento estavam trancadas. Ele pegou uma faca na cozinha e se defendeu do ataque de Bozola, ainda de acordo com Osório. O advogado Borges não confirmou a versão e disse que ele “só falará em juízo”.

PRISÃO

A polícia de Sertãozinho prendeu Rosseti às 12h20 de ontem, escondido em uma casa alugada na periferia da cidade. No local em que ele estava, havia duas casas onde moravam três mulheres.

Rita de Cássia de Sales, 28, é a proprietária do imóvel alugado e será indiciada por crime de favorecimento pessoal, já que há indícios de que ela conhecia Rosseti.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.