20/04/2024

Daniel Alves discorda de decisão, mas anuncia que não recorrerá para agilizar julgamento

O jogador de futebol Daniel Alves afirmou nesta quarta-feira (2) perante a juíza responsável por seu caso que não concorda com seu indiciamento pela suposta agressão sexual contra uma jovem em uma discoteca em Barcelona, ​​​​mas não pretende recorrer porque quer “agilizar” o processo e chegar ao julgamento o mais rapidamente possível.

O lateral brasileiro compareceu hoje por cerca de 15 minutos ao tribunal número 15 de Barcelona; a juíza titular informou a ele seu indiciamento pelo crime de agressão sexual com acesso carnal e lhe deu a oportunidade de falar pela última vez, antes de enviar o caso a julgamento.O lateral brasileiro compareceu hoje por cerca de 15 minutos ao tribunal número 15 de Barcelona; a juíza titular informou a ele seu indiciamento pelo crime de agressão sexual com acesso carnal e lhe deu a oportunidade de falar pela última vez, antes de enviar o caso a julgamento.

Acusado de estupro em Barcelona, Daniel Alves completa exatos seis meses de prisão nesta quinta-feira (20). A vida do lateral-direito virou do avesso no dia 20 de janeiro, quando a Justiça espanhola decretou que ele fosse investigado e respondesse ao processo em detenção após uma acusação de estupro.