13/06/2024
Sem categoria

Dia 19 de setembro

José Louzeiro é uma referência no romance-reportagem no Brasil
JOSÉ LOUZEIRO* / ESPECIAL PARA O ALTERNATIVO
O escritor José Louzeiro, que completa 83 anos hoje, faz uma análise sobre a vida
Nesses 83 anos, não tenho nada a declarar, por isso devo viver mais 83, no mínimo, a fim de que minha expectativa se conclua.
Acho “viver” uma atividade muito importante; sem ela, nada pode acontecer.
Através dos tempos fui me tornando “louzérrimo” e espero continuar; e, como já me habituei a viver, o que aliás é muito bom, pretendo seguir esta minha vocação: tenho pavor da morte e seus derivados.

Só de pensar neles sinto tremor nas pernas, mas a cabeça não treme, está certa de que, o importante é viver; o resto é extravagância, inveja de dona morte, que vive “rebeirando” para pegar as sobras deixadas por dona saúde.
Se não adoecer, o que espero não acontecer, poderei viver cem e até mais aninhos a comemorar. Ao festejar mais este aniversário, estou me tornando repetitivo, hábito esse muito agradável, porque o contrário não deve ser cultivado.
Se serei o astro que conduz a luz, espero um dia encontrá-lo, porque se estou vivendo tão bem, porque me tirar de entre os vivos, eu que já estou completando mais um aniversário, pertinho do centenário e, quando atingir o centenário, vou querer completar o segundo.
Um casal de companheiros me acompanha: Ednalva e Serginho. Como sou imortal pelo Maranhão, graças à Academia, onde eu for eles me acompanharão, dizendo amém!
Na verdade, eles vivem procurando me imitar, pois segundo a Academia sou imortal, no que acredito. Tenho a alma maior que o corpo!
José Louzeiro é jornalista, escritor e membro da Academia Maranhense de Letras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.