21/05/2024

Espetáculo“Circulação Ubu: o que é bom tem que continuar!” será apresentado em São Luís e Açailândia

São Luís – Os grupos potiguares Clowns de Shakespeare, Facetas e Asavessa desembarcam em São Luís com o espetáculo “Ubu: o que é bom tem que continuar!”.

Com duas apresentações gratuitas e oficinas, a atração garantirá cultura e alegria em sessões ao ar livre, às 15h de sábado (11), no Parque Botânico da Vale, no bairro Anjo da Guarda, e às 16h de domingo (12), na Praça Nauro Machado, no Centro Histórico de São Luís. O projeto é realizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Instituto Cultural Vale.

Vinda de Natal (RN), a obra chega à ‘Cidade dos Azulejos’ após rodar parte do Brasil com mais de 50 apresentações.  A narrativa do espetáculo parte dos personagens ‘Pai e Mãe Ubu’, da clássica obra ‘Ubu Rei’, de Alfred Jarry, que aposta na ironia para arrancar risos dos espectadores.

Situando-se como uma possível continuação do trabalho de Jarry, o espetáculo “Ubu: o que é bom tem que continuar!” desloca esses personagens para um país chamado Embustônia, com ares latino-americanos. Mergulhados nesse novo cenário, em meio à influencers e cachos de bananas, Pai Ubu e Mãe Ubu continuarão sua saga alucinada e incansável em busca pelo poder.

O desdobramento da obra potiguar traz características da peça original, recheada de sátira política e de caráter popular.  O espetáculo é apresentado ao ar livre e reitera o diálogo diretamente com o público, colocando em cena temas como injustiças sociais e manipulação de informação, pautas atuais e debatidas mundialmente.

A produção da obra se deu a partir da análise do trabalho de bufão, termo referente a uma figura dramática marginalizada da idade média, uma espécie de palhaço grotesco e ao mesmo tempo charmoso, crítico dos setores dominantes da sociedade.

Outros referenciais para a construção da obra foram a música composta e executada pelo próprio elenco, e a expressão e potência do teatro popular enquanto espaço coletivo de comunicação, de troca e de construção do pensamento crítico.

O resultado da pesquisa apurada pelos grupos poderá ser experenciada pelos interessados em teatro, por meio da oficina “Princípios do Teatro Popular e de Rua”, que será realizada nos dias 13 e 14 de maio, das 9h às 12h, no Parque Botânico da Vale. A iniciativa faz parte do compromisso dos grupos em tornar o teatro acessível a todos.

O que é bom tem que continuar

Se é verdade do que é bom precisa se espalhar, o espetáculo “Ubu: o que é bom tem que continuar!” garantirá a alegria e cultura aos moradores da cidade de Açailândia, cidade localizada a 582 quilômetros de São Luís, com a realização de duas apresentações da peça.

Quem estiver no município poderá contemplar o espetáculo às 16h do dia 18 de maio, na quadra de esportes do assentamento California, e às 16h do dia 19 de maio, na Praça Pioneiro. Além das apresentações, uma oficina acontecerá no dia 17 de maio, das 9h às 12h e da 14h às 17h, no Teatro Municipal de Açailândia.

Todas as apresentações da obra contarão com interpretação em Libras, serviço de audiodescrição e serão realizadas em locais que disponibilizem acessibilidade a pessoas com deficiência motora. As oficinas, por sua vez, contarão com a presença de intérprete em Libras. Não é necessária a retirada de ingressos para as apresentações. Já as inscrições para as oficinas deverão ser feitas pelo link no Instagram @teatroclowns