19/05/2024
Sem categoria

Favela já tem samba enredo para 2011

Conhecido na madrugada desta segunda-feira, 06 de dezembro, o resultado do concurso de samba enredoda Favela do Samba. A festa aconteceu na quadra da escola, localizada no bairro da Sacavém.

A festança teve início no domingo (05), e o resultado apontou como proposta vencedora, a dos compositores, Luzian Filho, Josias Filho, Jota Jr e Wesley Péricles, que obteve 206 pontos. Da noitada, participaram ainda os sambas de Silvio Rayol/ Paulinho Rayol e Carlinhos Diniz. Dio e Magé/ Gilvan Mocidade e Zé Lopes.
A comissão julgadora contou com a presença dos seguintes convidados: dos jornalistas José Machado, José Machado, dos comunicadores José Raimundo Rodrigues, Helena Leite e Noely Moura, Nonato Silva (maestro). E mais, Wilson Chagas, Eusébio, Monique Machado, dos carnavalescos Pedro Padilha e Júlio Matos.Para o carnaval de 2011, a escola desfilará com o enredo ’O boi é festa’ do carnavalesco Pedro Padilha.Confira a letra do samba.

SOCIEDADE RECREATIVA ESCOLA FAVELA DO SAMBA 2011
TEMA: “O BOI É FESTA”
COMPOSITORES: LUZIAN FILHO, JOSIAS FILHO, WESLLEY PÉRICLES E JOTHA JUNIOR
CONTAM QUE A IRA DE MOISÉS LÁ NO EGITO


FOI UM BEZERRO DE OURO


NA GRÉCIA UM MINOTAURO APARECEU


METADE HOMEM, METADE TOURO


PELOS LABIRINTOS DA VIDA


CHEGUEI AOS CAMPOS DA CHINA


FARTURA NA MESA NÃO PODE FALTAR


ENTÃO BOTA ESSE TOURO PRA BRIGAR




MEU BOI É FESTA, É FARRA, VIROU MODA


NA TOURADA DOU OLÉ (OLÉ OLÉ)


CARNAVAL ME CONTAGIA, A DOR PERDE PRA ALEGRIA


FAVELA É SHOW DE SAMBA NO PÉ




O SONHO DE NASSAU FEZ MEU BOI VOAR (VOAR, VOAR)


NUM LAÇO DE RODEIO FUI PARAR NO BOI BUMBÁ


AZUL ANIL DESSE CÉU VERMELHA A COR DA PAIXÃO


VOU GARANTIR E CAPRICHAR TEU CORAÇÃO


DESCI A DUNA DE AREIA NOS LENÇOIS DO MARANHÃO


FUI NO BAILADO DE DOM SEBASTIÃO


VEM OUVIR O SOM DOS MEUS CLARINS


MISTURO ORQUESTRA COM ZABUMBA,


MATRACAS E PANDEIRÕES


EU VOU COM A ‘CARCARÁ’ EM LOUVAÇÃO


PRA SÃO PEDRO, SÃO MARÇAL E SÃO JOÃO


VOU ASCENDER A FOGUEIRA


INCENDIAR A PASSARELA (EU VOU, EU VOU)


NO AUTO DO MEU BUMBA BOI


VOU GUARNECER MINHA FAVELA (FAVELA, FAVELA)
________________________________________________________________


ENREDO: O BOI É FESTA



BOI – Animal Sagrado, símbolo de altivez e virilidade, cultuado e referenciado em rituais Sagrados e Profanos: endeusados ou mutilados, com alegria ou dor, com beleza ou monstruosidade, com cores e luzes ou na escuridão… mas, com certeza na FAVELA com muita cor e alegria. Pois o Boi dos mundos antigos, o Boi das terras distantes, o boi idolatrado, endeusado, o Boi monstruosidade, o boi ferido, o boi massacrado… não existe; no nosso Brasil, na nossa cidade, no nosso CARNAVAL, no Carnaval da FAVELA DO SAMBA… O BOI É UMA GRANDE FESTA!


A FAVELA faz uma viagem, voltando no tempo desde onde esse animal foi escolhido pelos deuses para representar força, fartura, prosperidade; e o antigo Egito, que fazia festas que duravam até 10 dias em adoração ao Boi Ápis, que eles achavam ser a reencarnação do Deus OSIRIS – Deus da agricultura e das plantas e da fartura, considerado o Maior Deus do Egito. Passando pela fuga do Egito do povo hebreu, comandados por MOISÉS, que ao subir a montanha para receber as tábuas dos mandamentos, quando regressou encontrou seu povo adorando e fazendo festa a um bezerro de ouro, chegando a Grécia, onde Netuno, Deus dos Mares, por desobediência do Rei de Creta, Minos, fez a esposa do mesmo se apaixonar por um touro e ter um filho co o animal, gerando o MINOTAURO, (Corpo de homem, cabeça de touro e garras de leões), e Minos mandou fazer um grande labirinto para aprisioná-lo, mas diante da dor da perda do seu filho Androceu, condenou os Atenienses, de nove em nove anos, lhe entregar 07 filhas e 07 filhos para serem sacrificados pelo monstro. E o mesmo foi morto pelo Herói Perseu; fará um pulo a Índia, onde apesar de pensarem que só a vaca é sagrada o boi o é também, chegará a China onde os búfalos em majestoso ritual realizam uma grande briga em determinado solo, para com isso consagrarem o mesmo e nesse solo será abundante a colheita do arroz, esse ritual é repetido no mesmo solo todo ano, aportará na França onde as touradas, festa onde o boi é a estrela maior; e de La se espalhar pela Europa, principalmente a Espanha e depois Portugal, a França aproveitou e lançou a moda, usando o couro do Boi, em sapatos finos, bolsas, cintos e outros acessórios, seus chifres e ossos em abotoaduras, botões, etc., com muitos anos de sucesso absoluto as touradas partiram para a farra de bois, que assim como as touradas os bois eram sacrificados, com isso Marques de Pombal, antes de vir para o Brasil a proibiu em Portugal, e o boi atravessou o atlântico, com suas touradas atingiu o México, Colô mbia, e o Boi chegou ao Brasil principalmente por Mauricio de Nassau que o fez voar em Pernambuco e se espalhou pelo Brasil inteiro, dos rodeios do sul e sudeste e centro oeste, com referencia a Barretos à Grandiosa festança do boi Bumbá de Parintins, onde Garantido e Caprichoso encanta não só o Brasil, mas o mundo, e por fim na terra onde ele se fez lenda – o Boi encantado – Dom Sebastião, a estrela do folclore do Nordeste, o bumba meu boi do maranhão, a maior diversidade de ritmos, sotaques, bailados e cores já visto sobre o planeta terra, onde sua história, sua tradição, seus bordados, sua fitas coloridas, seus chapéus de plumas, seus cocares encantam e transformam todo o maranhão em uma imensa FESTA, a FESTA DO BOI.


DESENVOLVIMENTO DO ENREDO


1º QUADRO: O BOI SAGRADO E PROFANO


COMISSÃO DE FRENTE: A Ira de Moisés


Quando volta de receber as tábuas dos Mandamentos, encontra o seu povo adorando um Bezerro de Ouro.


MESTRE SALA e PORTA BANDEIRA: Ritual de Suprema adoração ao Deus Osiris e a sua amada Isis


BATERIA: Ritual aos Deuses


PASSISTAS: Oferendas


1º CARRO ALEGÓRICO: O Divino e o Maldito – A festa do Boi Ápis – Reencarnação de Osiris, e os sacrifícios de jovens ao Minotauro – como Praga do Rei Netuno.


1ª ALA – Romaria Santa


2ª ALA – A fecundação dos Arrozais


3ª ALA _ A Casta superior


4ª ALA – A festa da colheita


2º CARRO ALEGÓRICO – O Sagrado e o Profano: Índia e China


2º QUADRO – O Boi de Alegria e Dor


2º CASAL DE MESTRE SALA e PORTA BANDEIRA – O Boi lança moda em Paris


5ª ALA – Touradas em Madri6ª ALA – Marquês de Pombal – Proibiu a morte dos bois em Portugal


7ª ALA – Um olé no México


8ª ALA – A farra do boi


3º CARRO ALEGÓRICO – A Festa de Alegria e Dor – França, Espanha, Portugal, México… Principais arenas das touradas, onde o boi é submetido aos rituais de sangue e dor para alegria de muitos


3º QUADRO: O Boi no Brasil


9ª ALA – Mauricio de Nassau – Fez em Pernambuco um boi voar


10ª ALA – Festa de Peão Boiadeiro


11ª ALA – De Boi, todos temos um pouco


QUADRO ALEGÓRICO – O boi do Presépio


12ª ALA – Nação Vermelha


13ª ALA – o Azul do Garantido


4º CARRO ALEGÓRICO – Os Bois do Norte – Homenagem ao Garantido e Caprichoso


4º QUADRO – O boi Nosso de cada dia


14º ALA – Lenda de Dom Sebastião – Touro Negro Encantado


3º CASAL DE MESTE SALA e PORTA BANDEIRA – Uma Ode as festas Juninas – É lá que tudo começa


15º ALA – Cada rua é um arraial


16ª ALA – O boi dá Samba


5º CARRO ALEGÓRICO – o Nosso Boi é festa e Alegria – Homenagem ao nosso bumba meu boi, seus sotaques, suas belezas e aquelas pessoas, os baluartes, que fazem esta festa se perpetuar por muitos anos.



















Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.