22/02/2024
Sem categoria

Iphan abre processo para registro dos Blocos Tradicionais como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil

 
O Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/MA), por meio do seu Departamento de Patrimônio Imaterial, abriu processo para o registro da manifestação dos Blocos Tradicionais do Maranhão como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.
 
A informação foi enviada ao presidente da Fundação Municipal de Cultural (Func), Euclides Barbosa Moreira Neto e, ao presidente da Academia de Blocos Tradicionais do Maranhão, Josemar Freire Rangel, através do ofício nº 412/2012-GAB/DPI/IPHAN, datado de 01 de outubro de 2012 e assinado pela Dra. Célia Corsino, diretora do Departamento do Patrimônio Imaterial do IPHAN.
 
Conforme o ofício enviado, o Iphan abriu o processo nº 01450.012749/2012 para acompanhamento o Registro do Bloco Tradicional do Maranhão como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil. Diante disso, a Coordenação do Inventário Nacional de Registro Culturais (INRC) local, atualmente comandado pela pesquisadora Lenir Pereira, está convocando uma reunião em caráter de urgência, com os responsáveis de todos os grupos de Blocos Tradicionais de São Luís e região metropolitana, no próximo dia 11 (quinta-feira), às 18 horas, no auditório do Memorial Maria Aragão para fornecer esclarecimentos e colher assinaturas para instrução do Processo de Registro.
 
Para os responsáveis dos grupos que vão assinar a documentação complementar que será enviada ao Iphan é necessário também que seja entregue a coordenação do INRC uma cópia da carteira de identidade e do CPF de cada responsável dos grupos.
 
No ofício enviado a Func, a diretora do Departamento de Patrimônio Imaterial do Iphan parabenizou à Prefeitura de São Luís e a Academia dos Blocos Tradicionais do Maranhão pela sua preocupação em preservar e valorizar os bens culturais de nossa terra, prometendo agilizar a tramitação do processo de Registro. 
 
Saiba mais – A pesquisa e o Inventário dos Blocos Tradicionais do Maranhão foram iniciados no dia 8 de maio de 2009, primeiro ano da gestão do Prefeito João Castelo, sendo entregue formalmente ao Iphan  no mês de maio do corrente ano, como parte das comemorações do Dia Municipal do Bloco Tradicional, que é festejado em 8 de maio, por força de Lei Municipal.
 
No Maranhão, somente as manifestações Tambor de Crioula e Bumba meu boi tem o título de Patrimônio Imaterial do Brasil. A pesquisa e o processo de tramitações do Bumba meu boi, por exemplo, duraram doze anos até ser aprovado e certificado. Já a pesquisa dos Blocos Tradicionais do Maranhão durou três anos e foi bancada exclusivamente pela Prefeitura de São Luís.
 
Segundo o presidente da Func, Euclides Moreira Neto, pela seriedade como foi realizada, a pesquisa e o INRC dos Blocos Tradicionais do Maranhão e com a abertura desse Processo de Registro, o mesmo entra na sua fase final esperando o analise e parecer dos conselheiros da Câmara do Patrimônio Imaterial.
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.