27/02/2024

Máquina de Descascar ‘Alho fará a festa no primeiro dia do ano, na Madre Deus

Já é tradição no bairro Madre Deus. Há 38anos, a Máquina de Descascar’Alho promove o grito carnavalesco que inicia a temporada da Folia Momesca na capital. Com muita animação, o grupo, promete mais uma vez muitas novidades e incrementar a festança com a presença do tradicional bloco Fuzileiros da Fuzarca.

Foliões de todos os cantos da Ilha devem acompanhar a festa que vai ocorrer no fim da tarde e se prolongará até a noite pelas ruas do bairro e também na praça Estação da Máquina (Morro do Querosene – Largo do Caroçudo).

A expectativa é que compareça muitos foliões à festa já caracterizados com acessórios carnavalescos e portando espuminhas e amido de milho, tudo para dar o clima da folia e acompanhar o tradicional cortejo puxado pela Máquina, acompanhada pelo bloco de samba Fuzileiros da Fuzarca, também sediado na Madre Deus.

Os grupos

A Máquina de Descascar’Alho é um grupo nascido no coração da Madre Deus, em 1º de janeiro de 1986. O grupo foi idealizado por jovens artistas aglutinando milhares de adeptos à brincadeira. Tem no gênero as marchas de Carnaval, samba, blocos, tambores e afoxés a base de seu repertório, desde interpretação de obras de reconhecidos artistas da esfera nacional a composições próprias e a valorização e resgate de composições maranhenses da velha guarda que moravam ou costumavam frequentar o bairro.

O grupo se consolidou ao longo dos anos, participando de inúmeros festivais e shows na cidade, no circuito Centro e periferia da Ilha, como forma de estabelecer sua expressiva veia musical a fim de alcançar o reconhecimento do público em geral.

Já o Fuzileiros da Fuzarca é o mais antigo e tradicional bloco carnavalesco do Maranhão e o segundo do Brasil, fundado em 11 de fevereiro de 1936. Tradicionalmente, no primeiro dia do ano, acompanha a Máquina de Descascar’alho como forma também de reforçar o primeiro ensaio do grupo. O bloco, em sua maioria, é composto de pessoas da terceira idade, mas atrai jovens e crianças. De olho no futuro e na manutenção da tradição, o grupo desenvolve o projeto Fuzileiros do Amanhã.