21/05/2024

Sampaio arranca empate com Vila Nova em Goiânia

O Sampaio Corrêa empatou pela terceira vez consecutiva na Série B do Campeonato Brasileiro, jogando fora de casa. No Estádio Onésimo Brasileiro Alvarenga, em Goiânia, na noite desta quinta-feira (25), o Tricolor ficou no empate com o Vila Nova-GO por 0 a 0. Também foi o 14º jogo da equipe maranhense, fora de São Luís, sem conseguir uma vitória.

O resultado deixou o Sampaio na nona colocação, ou seja, na mesma posição em que se encontrava antes da partida, mesmo com a conquista de um ponto, tendo agora 34. Já o Vila Nova permanece na zona de rebaixamento, na 18ª posição com 25 pontos. Na próxima rodada (27ª) o Sampaio recebe o Cruzeiro, terça-f eira (30) no Estádio Castelão.

O jogo

O primeiro tempo foi muito ruim, apesar da ligeira supremacia do Vila. As duas equipes erraram muitos passes e ocorreram apenas três finalizações para cada lado. Os goleiros foram pouco exigidos. O estreante Matheus Inácio, do Sampaio teve como defesa mais difícil o desvio de uma bola para escanteio, evitando o que poderia ter sido um gol olímpico do time da casa.

Na etapa final, o Tricolor voltou com duas mudanças. Eloir entrou no lugar de Ferreira (meio-campo) e Pimentinha no ataque para saída do meia Rafael Vila. O Sampaio ficou um pouco mais agressivo, mas o time da casa não diminuiu o volume da posse de bola.

Aos 17 minutos, Poveda brigou com a defesa goiana, ganhou e chutou cruzado, tentando surpreender o goleiro, mas a bola subiu demais e saiu pela linha de fundo. Aos 20, Nadson fez jogada individual, invadiu a área e bateu forte, rasteiro, mas Tony fez boa defesa.

Aos 25 minutos Poveda foi substituído por Rafael Costa. Dois minutos depois, após uma cobrança de falta, Rafael Donato cabeceou perigosamente, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 31, saiu o lateral-esquerdo Lucas Hipólito e entrou Pará, pois o Vila Nova estava explorando muito aquele setor e levando perigo.

O time goiano cresceu no jogo e tomou conta do meio-campo. Aos 35 minutos, falta cobrada e cabeçada do zagueiro Rafael Donato para defesa espetacular do goleiro Matheus Inácio.

Nos últimos 15 minutos, o Vila partiu para o ataque, forçou dois escanteios, mas deixou espaço para os contragolpes velozes de Pimentinha, que sozinho não tinha para quem passar a bola e a defesa afastava o perigo.

O jogo terminou com a torcida goiana deixando o estádio sob protestos. Foi mais um empate, o décimo sexto do Vila Nova-GO na competição e um dos piores desta Série B do Brasileiro.

FONTE: Neres Pinto – Jornal O Imparcial 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.