23/05/2024
Sem categoria

Sampaio massacra o CSA de Alagoas

Fonte: Site do Sampaio Corrêa (Edvan Fonsêca)

Na melhor apresentação do time na Série D do Campeonato Brasileiro, o Sampaio Corrêa goleou o CSA-AL por 5 x 0, ontem à tarde, no Estádio Nhozinho Santos, e ficou muito perto de conseguir a vagas para avançar à terceira fase da competição, pois poderá perder por até quatro gols de diferença no jogo de volta, domingo próximo, no Estádio Rei Pelé, na cidade de Maceió.
Para o Sampaio não se classificar, será necessário perder por seis gols. Se o CSA ganhar por 5 x 0, a decisão da vaga será nos pênaltis. Porém, no caso de o Sampaio marcar um gol em Maceió, o CSA precisará golear por 7 x 1.

No jogo de ontem, o Sampaio deu um passeio. Dentro do que havia prometido e anunciado o técnico Flávio Campos, a Bolívia Querida foi para cima e arrasou o CSA-AL. “Criamos umas sete ou oitos chances, marcamos cinco. Os gols que perdemos fazem parte da margem de erros do ser humano. Seria impossível aproveitar todas as situações que criamos. Nosso aproveitamento foi muito bom”, disse Campos, ao comentar a goleada.

Um dos pontos positivos do Sampaio foi a marcação. O time não permitiu ao CSA articular suas jogadas. Com uma marcação avançada, a partir do campo adversário, o Sampaio surpreendeu o time adversário e encontrou espaço para jogar, utilizando muita velocidade.
Para os observadores, a dupla de ataque formada por Célio Codó e Thiago Miracema teve uma atuação espetacular. Embora os dois atacantes não tenham marcado gol, foram deles as principais jogadas ofensivas, abrindo a defesa do time alagoano.

APLAUSOS DA TORCIDA
Os jogadores do Sampaio saíram de campo, ontem, aplaudidos pela eufórica torcida boliviana, reconhecendo a boa apresentação do time na goleada sobre o CSA, que deixa o time quase classificado para a próxima fase. Conscientes, entretanto, os atletas unificaram o discurso. O capitão Sílvio, autor de um dos gols da partida, disse: “Abrimos boa vantagem, mas não podemos vacilar na partida de volta, em Maceió”.

É PRECISO MANTER SERIEDADE
O treinador Flávio Campos chamou a atenção para o perigo que o CSA representa jogando em casa, apoiado pelos seus torcedores. “Não podemos entrar acomodados. O time deles é muito bom jogando em casa. Precisamos manter a seriedade e respeitar o adversário para evitar uma surpresa”, disse o técnico, que marcou sua reestréia no comando do Sampaio com uma vitória inesquecível.

FICHA TÉCNICA
Sampaio 5 x 0 CSA-AL
Local – Estádio Nhozinho Santos
Árbitro – Afonso Amorim de Sousa (PI)
Assistentes – Francisco Pereira de Lima júnior (PI) e José Nilton da Costa (PI)
Gols – Robinho aos 11’, Edson aos 28’, Sílvio aos 35’ (1º tempo), Diones aos 9’ e João Neto aos 30’ (2º tempo)
Sampaio
Rodrigo Ramos, Edson, Silvio, Robinho e Deca; Robson Simplício (Johildo), Eloir, Diones e Leó; Célio Codó (Júnior Chicão) e Thiago Miracema (João Neto)
Técnico – Flávio Campos
CSA-AL
Anderson Paraíba, Celso, Nado (Alisson), Sinval e Paulinho; Anderson, Serginho, Lau e Marcos Antônio(Jonathan) ; Catanha (Raphael) e Paulinho Macaíba
Técnico – Elinaldo da Silva Lira, o Lino

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.