14/04/2024
Sem categoria

AUTOR MARANHENSE, COM SARAU, AUTOGRAFARÁ SEIS OBRAS NA AMEI DO SHOPPING SÃO LUÍS

                                                     O jornalista, poeta e prosador Herbert de Jesus Santos relançará seis obras suas mais recentes, na Livraria da AMEI (Associação Maranhense de Escritores Independentes), no Shopping São Luís, em noite de autógrafos  nesta quarta-feira (2 de maio), das 19 às 22 horas,  ainda como homenagem ao Dia da Literatura Brasileira. 

Ele está contatando amigos músicos, para realizarem um sarau e dar mais movimento à promoção:  “Esta sessão  de autógrafos poderá otimizar condições para eu publicar a História da Festa de São Pedro, já em editora há um bom tempo, e sorte para A Ilha em Estado Interessante, de crônicas, com que ganhei o primeiro lugar, no Concurso Literário Cidade de São Luís, da Secretaria Municipal da Cultura, sem publicação desde 2015!”   

      Consoante Herbert, ele fará o relançamento dos seguintes  livros: A Segunda Chance de Eurides (novela premiada em Concurso Literário e considerada obra-prima, pelo poeta, prosador e membro da Academia Maranhense de Letras, Alex Brasil); Serventia e os Outros da Patota (de contos, premiação em Concurso Literário e bendita pelo escritor-prefaciador Wilson Martins: “(…)Herbert acumula virtudes! Dispensaria prefácio!(…)”; Peru na Missa do Galo-Contos de Natal; Antes que Derramem a Lua Cheia (de crônicas citadinas e poéticas); São Luís em PreAmar-Ainda Assim, há um Azul (de poemas, apreciados por Luís Augusto Cassas, poeta maranhense de renome nacional: “Herbert, foi uma grata surpresa o teu livro, com alguns poemas antológicos, pois não é comum um bom prosador ser um bom poeta! Você sabe que não sou de elogio fácil. Parabéns!”); e Um Terço de Memória, Entre Anjo da Guarda e Capela de Onça, e os Heróis do Boi de Ouro (A História de Fato e de Direito do Bairro Anjo da Guarda).          

         O premiado jornalista e escritor conterrâneo ostenta uma carreira que começou, em 1984, com Uma Canção Para a Madre de Deus (poesia), seguida de Um Dedo de Prosa e Bazar São Luís: Artigos para Presente e Futuro (este que foi tema de samba-enredo da Escola de Samba Unidos de Fátima, em 1989), os dois, de crônicas, vencedores em primeiro lugar, respectivamente, em Concurso do Serviço de Imprensa e Obras Gráficas do Estado-Sioge (1984) e da Secretaria de Estado da Cultura-Secma (1988). Já totaliza 11 títulos, dentre prêmios literários e jornalísticos, e quase o dobro no ineditismo, em verso e prosa.  
         Bibliografia: Uma Canção Para a Madre de Deus (poesia 1984); Um Dedo de Prosa (crônicas, 1986, premiado em concurso literário do Sioge) e Bazar São Luís: Artigos Para Presente e Futuro (crônicas, 1988, premiado em concurso literário da Secma); Quase Todos da Pá Virada (contos, 1993); São Luís em PreAmar: Ainda Assim, há um Azul!, poesia, 2005); A Segunda Chance de Eurides (novela, 2007, premiada no Concurso Literário Cidade de São Luís, da Func); Serventia e os Outros da Patota (contos, 2008, Prêmio Literário Cidade de São Luís, da Func); Peru na Missa  do Galo-Contos de Natal (2009); ensaio:  Ofício de São Luís: Bernardo Coelho de Almeida, Coração em Verso e Prosa (Prêmio Literário Cidade de São Luís, 2007, da Func); Antes que Derramem a Lua Cheia (crônicas, 2010); e Um Terço de Memória, Entre Anjo da Guarda e Capela de Onça, e os Heróis do Boi de Ouro (A História de Fato e de Direito do Bairro Anjo da Guarda, 2011).  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.