22/05/2024
Sem categoria

CRIME DO MOTORISTA: Polícia divulga retrato falado do suspeito

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA) divulgou, na manhã de quinta-feira (16), o retrato falado do homem suspeito de ter cometido o crime que resultou na morte do motorista de ônibus da Empresa Taguatur, Ronielson Lima Pinheiro, conhecido como “Roni”, de 28 anos, ocorrido na noite da última terça-feira (14).
O homicídio aconteceu no ponto final da linha de ônibus que atende o bairro Residencial Paraíso. A identificação do principal suspeito foi possível depois que a polícia ouviu a mulher que estava em companhia de Ronielson Pinheiro na noite do crime.
Para ajudar na confecção do retrato falado, a SSP-MA firmou uma parceria com a Superintendência da Polícia Federal no Maranhão, que utilizou um programa especializado em criar rostos de foragidos da Justiça.
Durante as investigações, a Polícia trabalha com várias possibilidades, mas, alguns fatos indicam que pode se tratar de um crime passional, uma vez que não foi subtraído nenhum pertence da vítima.
Segundo informações do superintendente de Polícia Civil da Capital, delegado Sebastião Uchoa, a verdadeira identidade do executor do motorista só será possível após o final das investigações. “Estamos acompanhando as investigações, o delegado Emanuel Bastos, do 16º DP, é quem está à frente do caso”, ressaltou.
O superintendente informou que, por meio do retrato falado, a polícia poderá chegar à identidade do criminoso, tendo em vista que a mulher que presenciou o crime detalhou as características do assassino.
De acordo com o delegado Uchoa, o retrato falado foi montado com vários detalhes, prova disso é no momento da confecção, a partir de informações, a informante ficou bastante abalada, pois segundo ela afirmou, a representação era muito parecida com a imagem do suspeito do assassino.

Depoimentos
A Polícia ainda está ouvindo depoimentos de testemunhas e familiares para tentar solucionar o homicídio. Várias pessoas envolvidas no ciclo social de Ronielson Pinheiro já foram ouvidas e outras serão intimidas nos próximos dias pelo delegado Emanuel Bastos para depor.
Em depoimento prestado à Polícia, a mulher que presenciou o crime afirmou que ela e Ronielson Pinheiro mantinham um relacionamento amoroso há algum tempo e que ela estava em processo de separação conjugal.
Outro fato levantado nas investigações apontou o envolvimento de Ronielson Primeiro com uma segunda mulher, também casada que reside no Bairro do Turu. De posse dessas informações, a Polícia colheu o depoimento da segunda amante da vítima. Ela disse aos policiais que estava mantendo um relacionamento com o motorista, e que eles fizeram planos de viverem juntos.
A Polícia Civil está mantendo várias negociações para que os esposos das mulheres que tiveram envolvimento com Ronielson possam prestar esclarecimentos sobre o caso.
Qualquer informação do executor do crime ou que possa ajudar a solucionar este homicídio pode ser repassado pelos telefones do Disque Denúncia (98) 3223 5800 (em São Luís) ou 0300 313 5800(interior).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.