21/04/2024

Exposição “Panorâmica Patrimônio Mundial – São Luís”

São Luís recebe a exposição “Panorâmica Patrimônio Mundial – São Luís”, primeiro centro de interpretação itinerante do Brasil, pensado para celebrar o reconhecimento internacional das características do Centro Histórico da capital maranhense. Aberta ao público a partir desta sexta-feira (16), a mostra está instalada em uma estrutura inflável gigante, montada na Praça Nauro Machado, Centro Histórico. A inauguração ocorreu na noite de quinta-feira (15), com a presença do prefeito Eduardo Braide.

“São Luís é patrimônio do mundo e cabe a cada um de nós cuidar do nosso Centro Histórico, da nossa cidade. Essa exposição é muito importante porque você não ama, não cuida do que não conhece. Com a exposição, daremos a oportunidade de as pessoas conhecerem os motivos de São Luís ter se tornado patrimônio mundial, saber mais sobre o desenvolvimento da cidade. Tudo isto de forma inovadora, lúdica e muito divertida, afinal, a comunidade é a maior guardiã do nosso patrimônio”, disse o prefeito Eduardo Braide.

Realizada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal do Patrimônio Histórico (Fumph) e com o patrocínio do Centro Cultural Vale Maranhão, a ação integra a programação do Fórum Internacional do Patrimônio Arquitetônico (Fipa), que ocorre na cidade até sexta-feira (16), com as presenças de pesquisadores do Brasil e de Portugal.

O centro de interpretação itinerante, idealizado pela Quereres Produções em coprodução com a LP Arte, ficará disponível ao público de terça-feira a sábado, das 10h às 20h, e, no domingo, das 10h às 17h, com o intervalo de 12h às 13h para o almoço. A estrutura fica na Praça Nauro Machado até o dia 16 de julho e, após, fará itinerância nos bairros Anjo da Guarda e Cidade Operária, bem como na cidade de São José de Ribamar.

“Esta exposição é um trabalho de educação patrimonial, um esforço do entendimento do que é o valor universal excepcional do Centro Histórico de São Luís que foi declarado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), patrimônio Mundial. Esta narrativa tem de chegar a toda a população porque a gente só consegue preservar o patrimônio, por meio do afeto. Então, precisamos desenvolver o afeto e o conhecimento, pois sem eles não protegemos o patrimônio”, destacou a presidente da Fumph, Kátia Bogéa.

Exposição

A mostra é um convite ao conhecimento e os visitantes poderão saber mais sobre a história e o patrimônio ludvicenses por meio de recursos audiovisuais, projeções mapeadas e outras ferramentas à disposição do público.

O centro é formado por três núcleos. A primeira sala do espaço traz uma ampla abordagem sobre algumas das características do Centro Histórico, com informações sobre arquitetura e urbanismo, destacando a beleza de seus diferentes tipos de edificações, com projeções em maquetes e TVs.

O segundo ambiente está reservado para a interatividade, com jogos de memória, glossário e um game em que os próprios participantes poderão criar suas ruas, usando elementos da arquitetura da cidade. A terceira sala trará a proposta de contemplação, com um vídeo imersivo sobre a importância do Centro Histórico, incentivando a reflexão sobre a preservação do patrimônio cultural de São Luís.

“O prefeito Eduardo Braide é um grande parceiro do Instituto Cultural Vale. Esta exposição é um momento muito especial pois celebra o patrimônio de São Luís, representa o compromisso do Instituto com o patrimônio da cidade, como é o caso da parceria na restauração do Palacete da Rua Formosa, Museu dos Azulejos, Complexo Trapiche e tantas outras iniciativas. Fazemos porque ao preservar a cultura, o patrimônio, temos melhores condições de construir nosso futuro, compreendendo nossa trajetória”, observou Hugo Barreto, presidente do Instituto Cultural Vale.

Visitação

O tempo previsto de visitação é de 40 minutos e a capacidade máxima de ocupação é de 50 pessoas por visita. Para as escolas interessadas em levar os alunos para a exposição, orienta-se o agendamento prévio pelo Instagram @exposicaopanoramica. A classificação é livre, com indicação preferencial para crianças acima de 9 anos.

“Este é um projeto inédito, que estreia em São Luís e ficamos muito felizes com a parceria com a Prefeitura que pensa o patrimônio de uma maneira diferente, inovadora, agregando patrocinadores como o Instituto Cultural Vale, que trata o patrimônio de maneira transversal. O projeto é uma ação de educação patrimonial, de fomento ao entendimento da excepcionalidade que São Luís e o seu Centro Histórico possuem. Uma joia rara do Brasil e do Mundo e a mostra traz a dimensão de tudo disso”, observou Luiz Prado, curador e idealizador do “Panorâmica Patrimônio Mundial – São Luís”.

Todos os espaços são adequados para garantir acessibilidade a todos os públicos: os conteúdos expostos em versão audiodescritiva, elementos táteis e em braile, além de intérpretes de Libras à disposição para o acompanhamento e monitoria de visitas de turmas que apresentem esta demanda.

Patrimônio Mundial

São Luís foi escolhida para a estreia do projeto “Panorâmica Patrimônio Mundial” por estar celebrando 25 anos do título de Patrimônio Mundial concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O reconhecimento ocorreu em 1997, pelo fato da capital maranhense apresentar o testemunho de uma tradição cultural rica e diversificada, além de constituir um excepcional exemplo de cidade colonial portuguesa, com traçado preservado e conjunto arquitetônico representativo. Por se tratar de uma cidade histórica viva, pela sua própria natureza de capital, São Luís se expandiu, preservando a malha urbana do século XVII e seu conjunto arquitetônico original.

Também marcaram presença na abertura da mostra os secretários Carolina Marques Salgado (Semed); Saulo Santos (Secult); Liviomar Macatrão (Semapa); o presidente da Amdes, Felipe Mussalém; o subprefeito do Centro, Maurício Itapary; o deputado federal do Pará Joaquim Passarinho (PL); a superintendente do IPHAN no Maranhão, Lena Brandão e outras autoridades.

Serviço

O quê

Exposição “Panorâmica Patrimônio Mundial – São Luís”

Onde

Praça Nauro Machado (Centro Histórico de São Luís)

Quando

A partir de 16 de junho

Visitação

De terça a sábado, das 10h às 20h. Domingo, das 10h às 17h (intervalo de almoço de 12h às 13h)

*Grupo máximo de 50 pessoas por vez no inflável, livre na área externa

*Para escolas – agendamento prévio pelo Instagram @exposicaopanoramica – máximo de oito grupos por dia (cerca de 400 alunos/dia, sendo 200/turno)

*Classificação livre, indicado preferencialmente para crianças acima de 9 anos