22/02/2024
Sem categoria

Rede de atendimento a soropositivos


Como parte dos preparativos para o Dia Mundial de Luta contra a Aids – celebrado em 1° de dezembro – e a Semana municipal de prevenção da doença, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), realizou na manhã desta quinta-feira (26), uma roda de conversa entre profissionais que atuam na rede municipal de saúde. A partir de dezembro a rede de atendimento a soropositivos será ampliada.

O objetivo do evento foi definir as metas para o próximo ano e repassar orientações relacionadas às novas rotinas que vão ser adotadas no encaminhamento e notificação de pacientes que tiveram sorologia positiva no teste rápido de HIV, hepatites virais e sífilis congênita, realizado regularmente em 54 unidades básicas de saúde.


O coordenador adjunto do Programa Municipal de Combate às DST/Aids, Wendel Alencar, explica que os serviços de diagnóstico foram incluídos na rotina da atenção básica, para ampliar o acesso da população. “As unidades básicas de saúde estão oferecendo o teste rápido, e tem profissionais capacitados a conduzirem as pessoas que tiverem o resultado positivo ao tratamento, que também está disponível. Essa é a estratégia mais eficiente para se fazer o controle da doença”, explica.

ATENDIMENTO

A Prefeitura de São Luís tem investido na estruturação das unidades básicas de saúde para a realização do teste rápido, e parte importante desse trabalho foi a capacitação dos profissionais, que receberam treinamentos relacionados à realização do exame, procedimentos de biossegurança, controle de qualidade e abordagem do paciente.

O resultado destes investimentos foi a descentralização dos serviços e a melhoria da assistência, que agora está disponível numa rede mais ampla. Os casos de diagnóstico positivo para HIV eram encaminhados para tratamento somente no Centro de Saúde de Fátima, mas a partir de 1° de dezembro o serviço estará sendo feito também nos CTAs do Lira e Anil e nas Unidades Mistas do Bequimão, Itaqui Bacanga, Coroadinho e São Bernardo. A sorologia reagente para hepatites virais é encaminhada tratamento especializado no Núcleo do Fígado, mantido pela Prefeitura no Centro de Saúde de Fátima, e todas as unidades básicas de saúde estão aptas a realizar tratamento em pessoas diagnosticadas com sífilis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.