22/02/2024

Secid e Iphan discutem ampliação do programa Nosso Centro

Representantes da Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) se reuniram na tarde da última quinta-feira (11) para discutir a ampliação do programa Nosso Centro, na região histórica de São Luís.

Vale ressaltar que, neste ano, o Governo do Maranhão entregou a reforma de três casarões na região central da capital: o projeto Casa da Árvore e o novo prédio do Curso de Música da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), ambos localizados na Rua da Palma; além do Centro de Referência da Mulher Negra, na Rua dos Craveiros. Outros nove imóveis estão com obras em andamento.

A superintendente do Iphan, Lena Brandão, destacou a importância de iniciativas como o Nosso Centro para a valorização do Patrimônio Histórico. “A Secid tem programas muito importantes e premiados. Queremos ser parceiros nesses projetos. A gente tem que manter esse contato”, frisou.

Para o secretário adjunto de Assuntos Metropolitanos da Secid, Robson Paz, que na oportunidade representou a titular da pasta, Joslene Rodrigues, o objetivo é incentivar o empreendedorismo e levar mais vida para a área.

“Visita muito importante. O programa Nosso Centro é um inciativa premiada do Governo do Estado que garante a preservação do Conjunto Histórico e gera oportunidades para os que precisam“, pontuou Robson.

Nosso Centro

O programa Nosso Centro foi criado em 2019 e se consolidou como o maior pacote de obras e intervenções no Centro Histórico de São Luís. Já foram mais R$ 25 milhões em investimentos diretos e parceiras público-privadas.

Prédios, antes deteriorados, se tornaram conjuntos habitacionais, casas de cultura, sedes administrativas e empreendimentos comerciais, impulsionando a economia e contribuindo para a revitalização da localidade.

Em 2022, a iniciativa foi premiada na etapa nacional do 35º Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, realizado pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A premiação é direcionada para o fomento, preservação e salvaguarda do Patrimônio Cultural do Brasil.