28/05/2024

Velório de Gal Costa será aberto ao público em SP

De acordo com a assessoria de imprensa da cantora, o velório do corpo de Gal Costa será realizado na sexta-feira (11), das 09 às 15h, na Assembleia Legislativa de São Paulo, e estará aberto ao público. O enterro, por sua vez, será fechado apenas para amigos próximos e familiares. A cantora morreu nesta quarta-feira (9) aos 77 anos por causa de um infarto. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da artista.

Gal Costa havia dado uma pausa em shows, após passar por uma cirurgia para retirar um nódulo na fossa nasal direita. Bem recebido pelo público e pela crítica, esse show fez com que a agenda de Gal ficasse agitada após a pandemia. A estreia aconteceu em São Paulo, em outubro do ano passado.

Além de rodar o Brasil, Gal entrou na programação de vários festivais e ainda tinha uma turnê na Europa prevista para novembro, mas que também foi cancelada por conta da cirurgia.

Relembre a carreira

Maria da Graça Costa Penna Burgos, conhecida nacionalmente como Gal Costa, nasceu em Salvador no dia 26 de setembro de 1945. Ela iniciou a carreira na década de 1960, junto com os grandes amigos Caetano Veloso, Gilberto Gil, Maria Bethânia e Tom Zé. Em 1964, ela estreou no espetáculo “Nós, Por Exemplo”, na inauguração de um teatro em Salvador. Não demorou para que a cantora se tornasse um dos maiores sucessos da época.

Com uma voz potente, ela conseguiu gravar o primeiro LP em 1967. “Coração Vagabundo”, de Caetano, foi o grande destaque do disco. Gal também fez parte da Tropicália, movimento artístico que surgiu durante a Ditadura Militar no Brasil. Ela foi uma das grandes vozes da época. Em 1971, gravou um dos seus maiores discos “Fa-Tal – Gal a Todo Vapor”. O show foi muito aclamado na época, e até hoje muito lembrado pelos fãs.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.