20/04/2024

Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão é reconhecido com selo UTI Eficiente

A rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES) segue contabilizando reconhecimento pelo atendimento de excelência. O caso mais recente é o Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão (HTO), em São Luís, que acaba de ser certificado com o selo UTI Eficiente, concedido pelo Sistema Epimed Monitor e a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib), no último dia 30 de março. As duas instituições atuam para incentivar a melhoria da medicina e da segurança dos pacientes em instituições públicas e privadas do país.

O Selo UTI Eficiente é concedido com base na avaliação dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva de hospitais públicos e privados. São agraciadas às unidades hospitalares que obtiveram bons resultados clínicos com alocação eficaz dos recursos no cuidado de pacientes graves. Em todo o país, a iniciativa certificou com o selo 158 UTIs com perfil geral e 19 UTIs cardiológicas.

No Nordeste, entre as UTIs com perfil geral, apenas cinco hospitais públicos foram reconhecidos com o selo da Epimed Monitor e da Amib: o Hospital de Traumatologia e Ortopedia, localizado em São Luís e pertencente à rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES); o Hospital da Universidade Federal de Pernambuco, em Recife; Hospital Estadual da Criança e a Maternidade Professor José Maria Magalhães Netto, em Salvador, e o Hospital Estadual da Criança de Feira de Santana, também na Bahia.

Segundo a diretora administrativa do HTO São Luís, Luana Barata, o selo reafirma o trabalho das equipes multiprofissionais de nossa UTI em busca da excelência no cuidado de nossos usuários, sempre atrelada à segurança do paciente em estado crítico.

“O compromisso do governador Carlos Brandão é a melhoria contínua dos serviços de saúde à população maranhense. E o selo UTI Eficiente é mais uma demonstração de que toda a nossa equipe do HTO, seguindo as diretrizes da Secretaria de Estado da Saúde, está empenhada e comprometida para que tenhamos sempre os melhores resultados para a saúde pública do Maranhão”, ressaltou a diretora administrativa do Hospital, Luana Barata.

Tele-UTI

Uma das ações do HTO São Luís que fortalecem o atendimento aos pacientes em leitos de terapia intensiva é o Tele-UTI. O programa de telemedicina, com foco na educação continuada, foi implantado em parceria com o Governo Federal e o Hospital Sírio-Libanês, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS).

O Tele-UTI se baseia nas melhores práticas em leitos de Unidade de Terapia Intensiva para estimular o desenvolvimento de protocolos e linhas de cuidados que impactem na melhoria das rotinas de trabalho e, consequentemente, na assistência aos pacientes críticos e seus familiares. A ação é voltada para médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas, técnicos de enfermagem, entre outros, que formam a equipe multiprofissional responsável pelo acompanhamento da UTI.

“O foco do Tele-UTI é a capacitação da nossa equipe por meio da troca de experiência com os profissionais do Sírio-Libanês, uma das instituições de saúde mais renomadas do país, visando melhorar cada vez mais os serviços de saúde à população”, finaliza Luana Barata.

Referência

Primeiro hospital do Maranhão exclusivo para o atendimento de alta complexidade na área de traumatologia e ortopedia, o HTO é integrante da rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES) com gestão realizada pelo Instituto Vida e Saúde (Invisa).

“Toda equipe do HTO trabalha para garantir a melhor eficiência e qualidade de atendimento para quem precisam do serviço do SUS. Ou seja, o paciente é a nossa prioridade. Esse reconhecimento, sem dúvida, mostra que estamos no caminho certo”, comemorou o médico Newton Gripp.

Localizado no bairro Jardim Eldorado, região do Turu, sua estrutura moderna conta com 46 leitos, sendo 10 de UTI, além de três centros cirúrgicos, posto de enfermagem, sala de repouso, salas de curativo e alas especializadas para atendimento de crianças e idosos. Entre os serviços de alta complexidade, realiza procedimentos como o alongamento ósseo – para o tratar para crianças com doenças musculoesqueléticas; além de implante de próteses articulares, videocirurgias, entre outros.

Com equipamentos de alta tecnologia e mais de 300 profissionais, desde a inauguração, há cinco anos, o hospital já realizou 17.743 cirurgias. A unidade encerrou 2022 com 3.984 cirurgias ortopédicas realizadas (adultas e pediátricas), além de 38 mil exames de imagens e mais de 2.500 órteses e próteses implantadas.