20/04/2024
Sem categoria

Livro Perfis de Cultura Popular: mestres, pesquisadores e incentivadores da cultura popular maranhense será lançado hoje

Registros do nosso folclore em publicação

ALTERNATIVO 27/03/2015 
·      
A professora Mundicarmo Ferretti e a pesquisadora Zelinda Lima lançarão hoje, a partir das 18h30, na Casa de Nhozinho (Praia Grande), o livro Perfis de Cultura Popular: mestres, pesquisadores e incentivadores da cultura popular maranhense. A obra, que tem resguardo da Comissão Maranhense de Folclore, recolhe 68 perfis de mestres, especialistas, pesquisadores e incentivadores que se destacaram nas diferentes áreas da cultura popular maranhense, como o artesanato, bumba-boi, carnaval, culinária, danças folclóricas –cacuriá e tambor de crioula, festas do catolicismo popular – Divino Espírito Santo e ritos natalinos,medicina popular, música, rituais afro-brasileiros e teatro.

Publicado com recursos provenientes do Edital Fapema (2014) – Programa de Apoio à Publicação Literária e com apoio da Secretaria de Estado da Cultura, da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da Universidade Federal do Maranhão/Grupo de Pesquisa Mina, o livro, que tem 304 páginas, traz textos que foram escritos por vários autores e publicados entre 1993 e 2014 no boletim informativo da Comissão Maranhense de Folclore (CMF).
Grande parte destes escritos foi publicada no espaço Perfil Popular (depois renomeado para Perfil de Cultura Popular), daquele boletim, que foi instituído a partir de 1996, para maior visibilidade a nomes expressivos e ligados à cultura popular tradicional do estado. Até então, a produção literária sobre estas personalidades ainda era baixa.
Alguns textos foram acrescidos de uma nota, que relata a data de falecimento do biografado quando isto ocorreu após a publicação do texto na CMF. Outro detalhe importante é a inclusão de fotografias nos perfis biografados que, à época de suas publicações, não foram ilustrados. As fotografias, geralmente de arquivos de instituições ou de álbuns de família, facilita a fixação dos homenageados na memória maranhense.
Perfis – O livro biografa histórias de Leonardo Martins, Apolônio Melônio, José Negreiros, Laurentino Araujo, Dona Lili, Dona Teté, Hermenegildo Tiburcio da Silva (Tabaco), Epifânia Ribeiro, Francisco Naiva, Mãe Andresa, grandes ícones da nossa cultura popular. No prefácio, assinado pelo presidente da Comissão Maranhense de Folclore, Sergio Ferretti, ele destaca que “a reunião do perfil biográfico deles num livro é uma forma de divulgar o trabalho de especialistas da cultura popular que nem sempre foram valorizados em sua época, mas que necessitam ser conhecidos e apoiados pelos jovens e estudiosos da atualidade para a continuação e maior preservação da cultura do Maranhão”.
É o caso da Dona Celeste, da Casa das Minas, destacada no livro não como mineira (representante da religião afro-brasileira muito ligada ao folclore maranhense), mas como especialista em Festa do Espírito Santo, festa realizada há mais de cento e cinquenta anos e considerada uma das principais manifestações do catolicismo popular do Maranhão.
Na sessão dedicada aos pesquisadores e incentivadores do folclore, o livro traz perfis de estudiosos e intelectuais de diferentes épocas que – embora não tenham realizado grandes estudos no campo do folclore, como Antônio Lopes, Domingos Vieira Filho, Lucy Teixeira, Mário Meireles e Rubem Almeida – foram fundadores da Sub-Comissão Maranhense de Folclore, em 1948, até àqueles que reestruturaram a atual Comissão. Na lista, Carlos Orlando Rodrigues de Lima, José Valdelino Cécio Soares Dias,Maria do Rosário Carvalho Santos, Maria Michol Pinho de Carvalho, Zelinda Machado de Castro e Lima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.