21/05/2024
Sem categoria

SONHO DA CASA PRÓPRIA PARA BARNABÉS DO MARANHÃO

Convênio do Governo com o BB abre linha de crédito ao servidor

Convênio celebrado entre o Governo do Maranhão, por intermédio da Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplan), e o Banco do Brasil (BB), abre linhas de créditos aos servidores públicos estaduais da administração direta e indireta com o objetivo de assegurar a aquisição do seu imóvel e concretizar o sonho da casa própria.

O secretário de Estado do Planejamento, Fábio Gondim, enfatizou que a medida reconhece e valoriza o servidor público estadual, além de minimizar o déficit habitacional, assegurando o acesso à moradia digna ao funcionalismo. A expectativa é que, somente este ano, serão destinados cerca de R$ 50 mi aos financiamentos.

O gerente de Negócios Mercado de Pessoa Física do Banco do Brasil, José Soares de Oliveira Neto, e a analista do BB, Tereza Saldanha, explicaram que, com o convênio, o servidor tem acesso a linhas de financiamentos em condições especiais: juros mais baixos do mercado, carência de até 180 dias para pagamento da primeira prestação e aquisição do imóvel em qualquer localidade do país. Os beneficiários poderão, também, fazer a opção em selecionar um mês do ano sem saldar os valores referentes à amortização de capital (prestação), pagando somente, nesse mês, a taxa de seguro e a tarifa de administração, durante todo o período do financiamento.

Para ter acesso ao financiamento, o servidor deverá ter uma renda familiar mínima de R$ 1.500,00 podendo ser incluído para na composição dessa renda parentes de até terceiro grau. O servidor pode comprometer até 30% do seu salário por mês para pagamento das prestações do financiamento.

São três linhas de financiamentos: o SFH (Sistema Financeiro da Habitação) com financiamentos de imóveis até o valor de R$ 500 mil; CH (Carteira Hipotecária), que financia imóveis com valor entre R$ 500 mil até R$ 5 mi e o SFI (Sistema de Financiamento Imobiliário) que engloba salas comerciais avaliadas em até R$ 10 mi.

Os financiamentos podem ser feitos de duas maneiras: até 70% do valor imóvel em 360 meses (30 anos) e de 80% em até 300 meses (25 anos). A entrada pode ser paga com o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) e, também, com o Fundo pode ser feita a amortização ou quitação do imóvel de acordo com as conveniências de cada um.

A direção do Banco do Brasil informou que as dúvidas podem ser resolvidas por meio de consultas em qualquer agência do Banco, disponibilizadas site do Banco do Brasil www.bb.com.br informações sobre as linhas de financiamentos, documentos necessários e formulário para a inscrição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.