22/02/2024

2ª Edição da Feira Preta impulsiona economia criativa no Maranhão

“Depois de um bom tempo alguém olhou para o povo preto. Ter esse espaço de valorização do povo preto é o ideal, era o que estávamos precisando. Aqui nós podemos mostrar nosso trabalho que muitas vezes é desvalorizado”, disse a afroempreendedora Virgínia Diniz, na abertura da 2ª Edição da Feira MA Preta.

A Feira tem como principal objetivo valorizar e divulgar o trabalho dos afroempreendedores. Ela acontece até o dia  20 de novembro, no Ceprama, das 16h à 1h.

Arte, culinária, literatura são alguns dos principais atrativos da feira. Para Ana Rosa, coordenadora geral da Feira Preta, essa é mais uma oportunidade de divulgação e valorização da cultura preta. “Nessa edição temos mais de 70 stands, mais de 150 afroempreendedores. Estamos muito felizes porque teremos o 1o Festival de Literatura Preta do Maranhão, além de palestras, oficinas”, afirmou a coordenadora.

Sérgio Maranhos é um dos participantes da Feira que tem um stand para exposição do seu trabalho. “Comercializo sandálias terapêuticas e essa oportunidade que surgiu na Feira Preta está sendo muito gratificante, porque é mais uma  forma de expandir meu trabalho”, disse Sérgio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.