14/04/2024

A Dança na Cultura Popular17º Desfile de Roupas Alternativas Têka Arts

Um desfile a céu aberto, sob o luar, assim como nossas danças populares, que acontecem por todo o estado, durante todo o ano. Tambor de crioula, Péla Porco, Cacuriá, Baião, Lili, Mangaba…são muitas. Tem o reggae, que aqui traz  uma ginga diferente, dançado juntinho, coreografado. São exatamente elas: as danças populares, que Têka homenageia no desfile que acontece nesta sexta(6), às 20h30, na Escadaria do Beco Catarina Mina, este que já é um evento tradicional na cidade no final de ano e chega a sua 17ª edição.

O desfile apresenta a coleção 2020 de Têka Arts e comemora com o público, amigos, sempre convidados a desfilar, mais  um ano de muita moda. Têka traz este ano muito movimento, liberdade e alegria em peças confortáveis, como macacões estilosos, saias, batas, vestidos soltos, bermudas e camisas. Os tecidos vão, da sempre versátil chita, uma das marcas da estilista, a algodão, cambraia, linho, popelines.

Os dançarinos Carla Algaves e Gilmar Freitas abrem o desfile com uma mostra da potência da dança popular maranhense. O evento conta ainda com a beleza das Pratas Artesanais, com design e pedras que dialogam com os looks dos modelos, que representam, como sempre acontece nos desfiles de Têka, a diversidade de nosso povo, étnica, de gênero e geracional. Dani Ramaianne é a mestra de cerimônia, maquiagem de Evelly Cristina. Os Modelos: Barbara Cardoso, Jailson Júnior, JC. Mendes, Larissa Ferreira, Luciano Teixeira, Maniry Vasconcelos, Márcia de Aquino, Maria Malcher, Marlon Reis, Wesley Alves, Zaina Holanda. A discotecagem fica por conta de Ademar Danilo. Apoio da Cia Circense. Criação e realização: Teka Arts.
Chega cedo, que o baile-desfile lota a escadaria do Centro Histórico, e o espetáculo é lindo!

Um pouco da história

A marca Têka Arts teve início no ano de 1998, em Alcobaça- Bahia, o local onde a proprietária abriu sua primeira loja. Em 2002 registrou sua empresa, atuando no mercado de moda alternativa no Maranhão há 17 anos, sempre lançando peças de roupas, bijuterias e acessórios com toque artístico-artesanal. Em 2003 a loja passou a realizar o Desfile de Roupas Alternativas em que apresenta cenicamente a coleção anual da estilista Têka Castellano, proprietária da loja e responsável por toda a criação e design da produção. Localizada no Centro Histórico de São Luís, no Beco Catarina Mina – Praia Grande, a loja é frequentemente visitada por turistas, possui vários clientes de outras regiões  do país e de outros países. Têka Artes já exportou peças para França, onde a estilista também já realizou exposição. Porto Alegre, Florianópolis e Argentina, foram outros locais por onde a moda Têka Arts também já passou.

As criações de Têka Arts permitem revisitar  tendências e estilos, voltando-se para a produção de peças diferentes do circuito da moda tradicional. Chamamos essa tendência de moda alternativa e ela permite a identificação  das características culturais  local de comunidades e etnias, expressadas na criação de roupas e acessórios para o cotidiano.  As roupas alternativas, apresentadas pela estilista, baseiam-se na estética africana e indígena, inspirados na cultura popular maranhense, com suas festas e ritos. Nessa identificação, a artista utiliza-se de matéria prima pouco valorizada no circuito de moda tradicional: são retalhos, chita, tecidos africanos, fibras, sementes, tecido cru e confecção artesanal, que marcam o estilo e a tendência da estilista Têka.

Serviço: O quê: 17º Desfile de Roupas Alternativas Têka Arts – A Dança na Cultura Popular

Quando: 06/12 (sexta), às 20h30Onde: Escadaria do Beco Catarina Mina, 105 – Praia Grande – Centro Histórico

Informações: 98141 3859Entrada franca

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.