27/05/2024

Bloco “C de Asa” dá a largada para o carnaval 2023

Há 26 anos o Bloco C Asa é o verdadeiro representante do Carnaval de Rua do Bairro da Madre Deus, bairros circunvizinhos, toda a ilha de São Luís e do Maranhão como um todo.Haja visto a quantidade de foliões que se deslocam para o bairro da Madre Deus no período momesco.

Tudo nasceu de brincadeira… em como a maioria das manifestações da Madre Deus.  No ano de 1997 um grupo de amigos que curtia a Máquina de Descascar Alho, como sempre nunca se “fartava” de folia, quando a máquina terminava seu percurso. Se reuniam em frente ao Ponto de Fuga e ali ficavam resenhando , bebendo e divagando mil inspirações carnavalescas. Dentre esses madredivinos destacam-se Alvinho, Goreth, Rosário, Wesley, Lambau, Marquinhos Xareu, dentre outros.

O bloco surgiu como uma forma de reunir amigos, artistas e percussionistas do bairro em uma brincadeira carnavalesca. Logo a festa chamou atenção dos moradores e hoje é uma das brincadeiras mais representativas do bairro. A brincadeira tem tradição de sair no dia 25 de dezembro pelas ruas da Madre Deus anunciando o início do período carnavalesco. O bloco faz um arrastão passando pelas ruas do Passeio, São Pantaleão, encerrando a folia no Largo do Caroçudo.

O C de Asa é o primeiro bloco a sair nas ruas anunciando o carnaval e o último a se recolher no período carnavalesco. É uma manifestação que reúne moradores antigos do bairro, familiares e pessoas que vão até o local para matar a saudade do carnaval,

Este ano (2022) o bloco não saiu em respeito e luto ás  vítimas da Covid e seus familiares.

AMOR NOSSA MAIOR VITÓRIA!

Em 2023 0 C DE ASA virá cantando o AMOR o sentimento mais nobre. O amor em todas as suas significações e interpretações.. aquele que tudo vence! O amor ao próximo como Deus mandou.

AMOR O único antídoto contra o ódio… aquele que rompe barreiras, que destrói muralhas… que enfraquece os malvados e dá sentido á paixão.

Ou simplesmente aquele amor “simpleszinho” … um amor pela nossa cultura, pelas nossas tradições, pela vontade e livre arbítrio de ser feliz.. de vestir a fantasia da ilusão… quiçá um sonho que se torne realidade.

Venha conosco dar asas ao AMOR … que não seja eterno posto que é chama (e vira cinzas na quarta feira)… mas que seja infinito enquanto dure (posto que voa nas asas do c.).

(CAOCA X)

Colaboradores: Wesley Péricles/Joel Jacinto/Goreth Costa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.