14/04/2024

Colorido das chitas, rendas e flores são destaque no cenário do Espaço Artesanato no Arraial do Ipem

Visitantes e turistas que chegam ao Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e o Espaço do Artesanato, no Arraial do Ipem, localizado no bairro Calhau, encontram um ambiente especial, adornado com chitas coloridas, rendas, galões, fitas e flores.

Idealizado e decorado pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur), o espaço de 32 metros quadrados tem sido um dos mais visitados por brincantes e turistas durante o arraial, por conta do destaque do cenário que tem como objetivo a busca pela memória visual afetiva dos festejos juninos.

A decoração é assinada pelo artista visual e turismólogo Enoque Silva, que fez uma seleção criteriosa dos elementos para ambientação do espaço, como a utilização de bandeiras de mastro, na intenção de relicários, fazendo alusão aos três principais santos dos festejos juninos: Santo Antônio, São João e São Pedro.

A decoração busca retratar e resgatar uma prática religiosa antiga, a partir do surgimento das manifestações folclóricas, quando, durante o período junino, eram erguidos mastros e amarradas em seu topo três bandeiras simbolizando e celebrando os três santos ligados aos festejos.

Considerada um dos símbolos dos festejos juninos, os tecidos de chita estampados e ricamente coloridos compõem o cenário, além de rendas e flores que ajudam a dar mais cor e leveza ao ambiente.

“O processo de ambientação do espaço foi produto de pesquisa, que teve como objetivo o apelo visual para o encantamento dos visitantes. Acredito que conseguimos passar nossa mensagem para os visitantes que tem demonstrado enorme satisfação com o espaço”, frisou Enoque Silva.

O ambiente instagramável tem atraído bastante visitantes durante os festejos que, não satisfeitos em apenas contemplar o local, aproveitam a beleza do espaço para fazerem fotos e selfies para postarem em suas redes sociais.

CAT e Espaço do Artesanato

No Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e o Espaço do Artesanato, os visitantes podem obter informações turísticas no balcão informativo e conferir uma variedade de peças de artesanato de diversas tipologias como, por exemplo, madeira, sementes, penas, miçangas e canutilhos, que estão sendo comercializadas no local.

No balcão do CAT, os visitantes, além de poderem buscar por informações sobre os atrativos turísticos maranhenses com um atendente, têm à disposição material gráfico, como mapas com orientações sobre os principais destinos e locais do estado, e um painel de 4,75 metros quadrados dos Lençóis Maranhenses para tirar foto. O óculos de realidade virtual também é uma das opções para quem quer conhecer os destinos e belezas dos três polos indutores Maranhão: São Luís, Chapada das Mesas e Lençóis e Delta.

O Espaço Artesanato conta com 14 artesãos do Centro de Promoção Artesanal do Maranhão (Ceprama) e 36 expositores da Federação de Artesãos e Cooperativa do Maranhão (Fedacma). Grande parte do artesanato exposto tem ligação com o tema dos festejos juninos. O atendimento acontece todos os dias da semana, inclusive feriados e finais de semana, das 7h às 19h.