14/04/2024

Companhia Barrica realizará segunda edição do projeto “Vivência Cultural e Educacional”

Programação terá início nesta sexta-feira (22), com visitação de estudantes à Casa Barrica, na Madre Deus, sempre às 15h, e aulão de danças juninas e carnavalescas, às 19h
SÃO LUÍS – A Companhia Barrica do Maranhão dará continuidade, nesta sexta-feira (22), em sua sede, na Casa de Arte Barrica (Madre Deus), ao projeto “Vivência Cultural e Educacional”. Com patrocínio da Equatorial Energia, via Lei Estadual de Incentivo à Cultura, do Governo do Estado, a iniciativa é voltada para o saber das tradições e manifestações culturais a partir dos ciclos festivos juninos, carnavalescos e natalinos.
O projeto é marcado por visitação de alunos de escolas públicas e particulares, sempre às 15h, e aulão de danças juninas e carnavalescas capitaneado por coreógrafos da companhia, às 19h. A primeira parte da programação é uma visita guiada pelas dependências do prédio principal e anexo, ou seja, pelos espaços onde produtores, artistas e colaboradores se debruçam o ano inteiro sobre o trabalho de criação dos espetáculos musicais que se tornaram referências de criatividade no Maranhão e ganharam o mundo em viagens internacionais.
Na Casa de Arte Barrica são produzidas, por exemplo, as indumentárias usadas pelos dançarinos do Boi Barrica, do Bicho Terra e da Natalina da Paixão. É lá, também, onde o corpo de baile ensaia as lindas coreografias para brilhar no São João e no Carnaval. A Casa também é o espaço para apresentações dos espetáculos da companhia e de outras manifestações artísticas e atividades as mais variadas, uma vez que dispõe de amplo salão, palco, arquibancadas, camarotes e lanchonete, além de toda a estrutura de som e iluminação.
Os estudantes fazem uma parada especial para conhecer a exposição “Ponto de Luz”, que retrata a trajetória da Companhia Barrica desde 1985, reunindo mais de 70 elementos, incluindo indumentárias, instrumentos de percussão tradicionais, CDs, DVDs, painéis fotográficos, banners com reportagens sobre espetáculos em diversos países e lembranças (souvenirs) recebidas em viagens nacionais e internacionais.
Aulão
O segundo momento é o aulão de danças juninas e carnavalescas, onde os alunos aprendem as coreografias executadas nas apresentações do Boi Barrica (São João) e Bicho Terra (Carnaval), tudo ao som de uma orquestra de metais. As atividades também são voltadas para avaliação artística de elenco e abertas a pessoas que já pleiteiam participar das temporadas carnavalesca e junina de 2024. As escolas interessadas em participar deverão se inscrever para poderem proceder ao agendamento.
Segundo o diretor artístico da Companhia Barrica, José Pereira Godão, a iniciativa é de extrema importância do ponto de vista da manutenção das tradições culturais maranhenses, uma vez que oportuniza a diversos estudantes um contato direto e substancial com os bastidores da criação artística maranhense.
“Muitos nunca tiveram a oportunidade de visitar a Casa de Arte Barrica e não sabem que é daqui que saem todas as ideias e onde ensaiamos a nossa orquestra, nossos bailarinos e confeccionamos nossa indumentária. É aqui, também, onde guardamos toda a nossa história, desde o princípio. Esse importante projeto, além de tudo, revela a sensibilidade da Equatorial Energia de compreender a dinâmica da tradição cultural, cujo conhecimento deve passar de geração em geração, sendo que isso somente é possível a partir dessas experiências reais de troca de saberes”, destaca José Pereira Godão.
Para o executivo de Comunicação e Marketing da Equatorial Maranhão, Carlos Hubert Cardeal, patrocinar e valorizar a cultura maranhense é de grande importância e representatividade.
“Acreditamos e valorizamos a cultura maranhense e regional. Por isso, investir neste patrimônio imaterial do estado é muito importante. Ao investir nas nossas manifestações, além de fomentar a cultura local, a Equatorial incentiva a economia, o lazer e o turismo. Assim, é possível promover inclusão, transformação social e desenvolvimento para o Maranhão, enfatizou.
Serviço
O quê
Início da segunda edição do projeto “Vivência Cultural e Educacional”, da Companhia Barrica
Quando
Nesta sexta-feira (22)
Onde
Casa de Arte Barrica (Madre Deus)
Programação
15h – Visitação Escolar
19h – Aulão de danças juninas e carnavalescas com coreógrafos da Cia. Barrica
Link para inscrições de escolas interessadas em agendar participação no projeto: https://forms.gle/oKYDuqEux4V6MiBY8 Endereço do site: ciabarrica.com.br