21/04/2024

Duas maranhenses vão disputar a Copa do Mundo de Futebol Feminino

A Seleção Brasileira de Futebol Feminino já tem os nomes das atletas convocadas pela técnica sueca Pia Sundhage. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (27), na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro.

Entre as convocadas estão duas maranhenses: a goleira Camila e a meia Ariadina Alves Borges, mais conhecida por Ary Borges. Preparada pela escolinha do veterano Marcial, atleta que se destacou vestindo as cores do Sampaio Corrêa e de outros grandes clubes, Camila tem passagens, também, por Viana-MA, Chapecoense, Internacional e Iranduba-AM.

Trajetórias

Contratada pelo Santos em 2020, Camila Rodrigues é natural de São Luís (MA). Em 2022, disputou três partidas. No entanto, na sua quarta temporada pelo Peixe, a goleira assumiu a titularidade da meta e vem se destacando na equipe que hoje está classificada para as semifinais do Campeonato Brasileiro.

O Maranhão também tem outra atleta na lista de convocadas, a meia Ary Borges. Ela nasceu em São Luís, onde foi criada com a avó. Aos dez anos mudou-se para São Paulo para morar com os pais. Seu pai a levou para fazer testes no Santos junto com meninos, pouco tempo depois acabou descobrindo um time para treinar com outras meninas o Centro Olímpico, onde atuou nas categorias de base e fez sua estreia no profissional.

Em 2017 Ary Borges foi contratada pelo Sport por indicação de um ex-treinador do Centro Olímpico e foi campeã do campeonato pernambucano em 2017 e 2018. No ano seguinte, foi contratada pelo São Paulo FC depois de sua reativação onde foi campeã do Brasileiro série A2 e capitã.

Em 2020 Ary foi contratada pelo Palmeiras, e em 2021 conquistou a Copa Paulista e acabou com o vice-campeonato do Brasileiro. Em 2022 em sua primeira campanha na Libertadores acabou a conquistando, marcando gol na final inclusive.

A convocação

A seleção feminina na Copa do Mundo de 2023 será disputada a partir do dia 20 de julho na Austrália e na Nova Zelândia. A técnica sueca também revelou os nomes das três suplentes, que viajarão com a delegação e poderão ser utilizadas em eventuais casos de lesão.

A rainha Marta, de 37 anos, também disputará a competição pela sexta e, provavelmente, última vez. Maior artilheira da história dos Mundiais, entre mulheres e homens, com 17 gols, a meia-atacante do Orlando Pride (Estados Unidos) é a jogadora mais velha entre as convocadas, enquanto a suplente Aline Gomes, de 17 anos, é a mais nova da lista. A maior parte das jogadoras chamadas por Pia atua no exterior.

Além disso, há oito nomes ligados à equipes do país, com destaque ao Corinthians, atual tricampeão nacional, com quatro convocadas. Outros quatro clubes brasileiros também terão representantes na Copa: Flamengo, Santos, Palmeiras e Ferroviária (com a suplente Aline).

Copa à vista

As atletas convocadas se apresentam ainda esta semana à Seleção Brasileira, para treinos na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). No domingo (2), às 10h30 (horário de Brasília), o Brasil enfrenta o Chile no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, em um último amistoso antes da viagem para o Mundial.

As convocadas

Goleiras: Letícia Izidoro (Corinthians), Bárbara (Flamengo) e Camila (Santos);
Laterais: Antônia (Levante), Bruninha (Gotham FC) e Tamires (Corinthians);
Zagueiras: Kathellen (Real Madrid), Lauren (Madrid CFF), Mônica Hickman (Madrid CFF) e Rafaelle (Arsenal);
Meio-campistas: Adriana (Orlando Pride), Ary Borges (Racing Louisville), Duda Sampaio (Corinthians), Andressa Alves (Roma), Luana (Corinthians), Ana Vitória (Benfica);
Atacantes: Bia Zaneratto (Palmeiras), Debinha (Kansas City Current), Geyse (Barcelona), Kerolin (North Carolina Courage), Nycole (Benfica), Gabi Nunes (Madri CFF) e Marta (Orlando Pride).
As três suplentes são: Tainara (Bayern de Munique), Aline Gomes (Ferroviária) e Angelina (OL Reign).