27/02/2024
Sem categoria

Galeria Trapiche abre exposição sobre carnaval maranhense nesta quinta-feira

A mostra reúne cerca de quarenta obras, entre pinturas, esculturas, fotografias e instalações.


A Galeria Trapiche Santo Ângelo abre nesta quinta-feira (07), às 19h, uma exposição temática sobre o carnaval maranhense. Durante trinta dias, o público poderá conferir a alegria e as cores da folia de momo em cerca de quarenta obras, entre pinturas, esculturas, fotografias e instalações.
A coletiva reúne quinze artistas maranhenses que retratam toda a excentricidade do carnaval de São Luís, como a Casinha da Roça, fofões, Bloco Tradicional e Tambor de Crioula. Entre os trabalhos estão fotografias de Murilo Santos, Edgar Rocha e Ribamar Alves, instalações de Ciro Falcão e telas de Luzinei e Cláudio Costa, entre outros.
Para a noite de abertura, marcarão presença também as majestades do carnaval 2013, a Corte Momesca, composta pelo Rei Momo Vitor Mendes, Rainha Rayane Moraes, e as Princesas Mayane Maranhão e Cacau Dorneles.
De acordo com Paulo Melo Sousa, diretor da Galeria, uma nova filosofia dará ao espaço uma utilização permanente, com exposições e oficinas. “A ideia é movimentar a classe artística com exposições e promover encontros onde serão discutidas as funções da galeria e do salão de artes visuais”, afirma Paulo.
O público poderá visitar a mostra artística no horário das 14h às 18h. A Galeria fica localizada na Avenida Vitorino Freire, s/nº, Praia Grande (em frente ao Terminal de Integração). As escolas públicas e privadas interessadas em solicitar uma visita monitorada, poderão agendar pelo telefone: (98) 8824-5662.
Inclusão social – Com o olhar voltado para uma política de inclusão social, a nova direção da galeria, seguindo orientações da Fundação Municipal de Cultura (Func), firmou parceria com a União dos Moradores do Centro Histórico de São Luís para a realização de projetos com a comunidade. Inaugurando esta nova etapa, a Galeria Trapiche está oferecendo uma oficina de confecção de máscaras de carnaval para 40 crianças e jovens moradores de áreas próximas.
Usando papel, cola e balão, as aulas buscam ensinar aos pequenos foliões a fazerem máscaras tradicionais do carnaval maranhense, usadas principalmente por fofões. “Pretendemos ampliar a oferta para as escolas da rede municipal de ensino, em uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), com as escolas do entorno e depois para as demais instituições, em um projeto de extensão, levando os projetos até as crianças”, finaliza o diretor da galeria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.