14/04/2024
Sem categoria

Justiça do Rio nega pedido de liberdade para goleiro e Macarrão

A 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio negou nesta terça-feira o pedido de habeas corpus do goleiro Bruno e de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão. Eles são acusados seqüestro de Eliza Samudio, amante do jogador, desaparecida desde o dia 4 de junho. A decisão foi unânime.

Bruno e Macarrão tiveram a prisão preventiva decretada pelo juiz Marco José Mattos Couto, da 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Por determinação do juiz, eles vieram de Belo Horizonte, Minas Gerais, no dia 26 de agosto, para audiências no juízo. Um ofício já foi enviado à Polinter autorizando o retorno dos acusados para Minas Gerais.

“Sem prejuízo, determino que os réus sejam recambiados para Minas Gerais, devendo o cartório tomar todas as medidas cabíveis para que isso ocorra da forma mais célere possível”, escreveu o juiz Marco José Mattos Couto na ata da audiência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.