28/05/2024

Mais dois prédios são reformados no Centro Histórico de São Luís

O Governo do Estado deve entregar mais dois prédios revitalizados no Centro Histórico de São Luís. Com 60% dos trabalhos já concluídos, a previsão de entrega dos casarões está prevista para o primeiro semestre de 2023.

As intervenções estão sendo executadas por intermédio da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) e fazem parte das ações do programa “Adote um Casarão”, que tem a finalidade de fomentar o empreendedorismo local e ocupar os imóveis públicos, de propriedade do Estado, ociosos ou subocupados.

O objetivo é que nesses locais sejam realizadas atividades que promovam o desenvolvimento sustentável do Centro Histórico, aliado à preservação do patrimônio.

Prédios

Localizado na Rua do Giz, 139, o antigo prédio onde funcionou a sede da Aliança Francesa no Maranhão está sendo reformado em parceria com a empresa Equatorial Energia. No local será instalado um hub de inovação, denominado Equatorial Lab.

Já o casarão localizado na praça João Lisboa, 328, onde funcionou a sede a Junta Comercial do Maranhão (Jucema), está sendo reformado em parceria com o Serviço Social da Industria (SESI) e abrigará o Centro Tecnológico e Cultural da Indústria de São Luís.

A secretária da Secid, Joslene Rodrigues, ressalta que o Maranhão avança e dá continuidade a uma política pública de valorização do patrimônio cultural, com enfoque nos polos habitacional, cultural, comercial, institucional e tecnológico.

Adote um Casarão

O Programa Adote um Casarão faz parte de uma estratégia do Governo, com a finalidade de fomentar o empreendedorismo local e ocupar os imóveis públicos ociosos ou subocupados de propriedade do Estado com atividades que promovam o desenvolvimento sustentável do Centro Histórico aliado à preservação do patrimônio histórico.

Este mês, a iniciativa do Governo do Maranhão, executada pela Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), foi um dos dez premiados da região Nordeste na etapa regional do 35º Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade (Prêmio Rodrigo), realizado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.