20/04/2024

Maranhão na Tela 15 anos divulga lista dos 67 selecionados para Mostra Maranhão de Cinema

A Mostra Maranhão de Cinema foi criada em 2015 com o objetivo de privilegiar a produção audiovisual maranhense, dentro da programação do Maranhão na Tela, e nos 15 anos do festival bateu recorde de inscrições, com um total de 139 obras inscritas, sendo 19 longas-metragens, 90 curtas e 30 videoclipes. Um número que surpreendeu não só pelo volume, mas pela qualidade das produções, o que levou os curadores a optarem pela criação de uma categoria informativa, na qual os filmes são exibidos fora da competição principal, porém concorrendo ao júri popular.

Com a inclusão da mostra informativa, além dos 04 longas-metragens, 13 curtas e 16 videoclipes selecionados em caráter competitivo, o Maranhão na Tela contará com mais 06 longas-metragens, 16 curtas e 12 videoclipes. Serão cerca de 40 horas dedicadas exclusivamente a produção audiovisual maranhense, com a exibição de 67 obras, em 20 sessões, sendo 10 competitivas e 10 informativas. “Realizar uma mostra exclusiva de filmes maranhenses só foi possível em 2015, porque não havia um volume regular de produção até então. E não podia ter comemoração melhor do que ter essa presença tão expressiva de obras maranhenses nos 15 anos do festival” – destaca Mavi Simão.

Patrocinado pelo Instituto Cultural Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e do MinC, o Maranhão na Tela 15 Anos volta a ser realizado em formato presencial, de 04 a 09 de setembro, em comemoração ao aniversário de São Luís. A edição também marca a volta do evento para o Kinoplex Golden e acaba de ganhar um novo espaço de exibição, o Cine Teatro da Cidade, na Rua do Egito. O novo espaço vai abrigar as sessões informativas da Mostra Maranhão de Cinema, além das sessões da Mostra Animarte, que é uma parceria de 14 anos do Maranhão na Tela com o Festival Internacional de Animação Estudantil.

Lista de Selecionados Mostra Maranhão de Cinema – Categoria Competitiva

Competitiva Longas- Metragens

DE REPENTE DRAG – Rafaela Gonçalves

OS FÃS MAIS REBELDES QUE A BANDA – João Luciano, Chris Araujo, Tamires Cecim

MAR DE LIXO – Taciano Brito

SOBRE SONHOS E LIBERDADE – Francisco Colombo e Márcia Paraíso

Competitiva Curtas-Metragens

DESEJO – Tássia Dhur

BASTIDORES DO MISTÉRIO – Jesús Pérez

ENTRE FOGOS E FOGUETES – José Maria Eça e Manoel Vieira

CASA DE BONECAS – George Pedrosa

A POLÍTICA TÁ NA MODA? – Caroline Borges e Geovane Camargo

FORA DO AR – Igor Nascimento

SALIR ADELANTE – Bruna Curcio

SANGUE’S – Rose Panet

O JOGO DA NAVALHA – Roberto Pereira

BATALHAS DA ILHA – Lucas Silva

CAÇA-PALAVRAS – Lívia Lima Pereira

A CASA NO MEIO DO NADA – Guilherme Verde e Érico Alessandro

O EXPERIMENTAL 19 – Nilwennyson Moreira

 

Competitiva Videoclipes

4 POR 4 (Enme Paixão) – Jéssica Lauane

APAIXONADO POR VOCÊ (Jefferson Carvalho) – Jefferson Carvalho

BALANÇA (Crioula Beat e Brunoso) – Gugs

CAIXEIRA (Rosa Reis e Cacuriá de Dona Teté) – Thais Lima

CONTRASTE (Felipe Fernandes) – D’glan Ramon

DAMA DA QUEBRADA (Enme Paixão) – Jefferson Carvalho

DIS-RITMIA (Criolina, Estrela Leminski e Téo Ruiz) – Thais Lima

VOGUEBIKE (Getúlio Abelha) – Lucas Sá

F3 INTERLUDE (Frimes) – Lucas Sá

MAGIA NEGRA (Enme Paixão feat Bixarte) – Enme Paixão

MEU TESOURO, MEU TORRÃO (Thaynara Oliveira e Wesley Sousa) – Fábio Barros

NÃO POSSO PARAR (Paulão) – Ingrid Barros

VENENO (Frimes) – Lucas Sá e Frimes

NOSSO TESOURO (Emanuel Jesus) – Fábio Barros

PELO MENOS EU TENHO VOZ (Marco Gabriel) – Renata Fortes, Weslley Oliveira

TIMON, PAPEL E LETRA (Jaíse Caldas) – Renata Fortes

Lista de Selecionados Mostra Maranhão de Cinema – Categoria Informativa

 

Informativa Longa-Metragem

GUARNICÊ – UMA HISTÓRIA PRA CONTAR – Fernando Baima e Joaquim Haickel
O ARQUITETO DE SONHOS – Francisco Colombo
TRIBO DE JAH NA ROTA DAS EMOÇÕES – Johnny Kelvin
CAMA DE ESPINHO – Denis Carlos
MESTRA IZABEL MATOS, MEU TORRÃO, MINHA INSPIRAÇÃO – Sandro Lopes
CRIOULA REINALDO – Tiago Pereira e Victor Dias

 

Informativa Curta-Metragem

AS AVENTURAS DE TRACAJARÉ – Joaquim Haickel e Sergio Martinelli

AS PANELADAS – João Luciano

A NOSSA FESTA VAI JÁ COMEÇAR – Cadu Marques

DORME COM OS ANJOS – Eduardo Matos, Gabriel Jansen e Priscila Lara

O ROUBO DA GALINHA – Willy Johny
DIVÃ DE UMA HABILITADA – Nádia Maria
MÁRCIO COMPETINDO COM O IMPOSSÍVEL – Waldemar Castro
OLHOS E BOCAS – Dandara Kran
NÃO RECOMENDADO PARA PESSOAS SENSÍVEIS – Paola Cerdeira
MODO NOTURNO – Crismeson Mauriel
A LENDA DE TOUREON – Kassio Sousa
FESTEJO DE SÃO BENEDITO QUILOMBO DE BACABAL – Joan Santos

TERRA 333 – Keyci Martins
TRANÇATLÂNTICAS – Isabela Leite

TECENDO ESPAÇOS – Mabu Ferreira
QUERIDA! – Geovane Camargo

Informativa Videoclipe
ASSIM COMO SE FOSSE UM BOLERO (Aziz Junior) – Leonardo José, Mateus Campos e Marcos Paulo
CORPO ABERTO (Paulão) – Ingrid Barros
DESABAFO (Seu Manel) – Fernanda Aroucha
DOIS COM SOL (Diamente Gold) – Emilio Sagaz
GRIFES (Helton Borges e RXBS) – Jasf Andrade
LORO PIVETE Luccatruta) – Hera da Lua
NÃO VOU FICAR LOUCA (Becky Barros) – End Duarte e Rickson Melo

ORIGINAL HIP HOP STYLE DO PANDEIRO – Iara de Asevedo
PEDRA DE CANTARIA (HELF) – Gabriel Silva Alves
A PUREZA (Rui Mário) – Manlio Macchiavello
QUANTO TEMPO (Kaminski) – Yann Kaminski
ZARAGATA (Jazi) – Jazi e Weslley Oliveira

Curadores

Cavi Borges é diretor, produtor e distribuidor de cinema. À frente da Cavideo já realizou 356 obras audiovisuais entre curtas, médias, longas, séries de tv, webseries clipes e videoarte. Já ganhou 178 prêmios em Festivais nacionais e internacionais. Seus filmes já passaram em Cannes, Berlim, Locarno, Rotterdam, entre outros. Atualmente também é curador e programador donGripo, Estação de cinemas e do CinenHenfil em Maricá.

Christian Caselli é cineasta e editor. Fez a direção, roteiro e edição de cerca de 50 curtas e clips de baixo orçamento, vencendo prêmios em festivais do Brasil e exterior. Ganhou retrospectivas de sua obra em mostras nacionais (RJ, SP, MG, PR, MA, GO, ES) e internacionais (Portugal e Peru). Seu curta mais conhecido é “O Paradoxo da Espera do Ônibus”, um precursor do viral brasileiro. Para o Maranhão na Tela já deu aulas em oficinas de vídeo, fez making ofs e vinhetas e, em 2023, foi um dos curadores do evento. Atualmente é editor de longas-metragens.

Luiz Fábio Torres é sócio-diretor da plataforma Cardume, uma plataforma de curtas-metragens independente com ações de formação e fomento de produção cinematográfica. É co-diretor do prêmio do júri da ABRA (Associação Brasileira de Roteiristas) Cardume 2022, júri do edital de produção Cardume através do qual foi realizado o curta-metragem As Miçangas, que teve estreia mundial na competitiva de curtas-metragens de Berlim, em 2023. Por meio da Cardume, também faz curadoria para empresas como a Gol Linhas Aéreas e SEBRAE-MG para os quais licencia curtas-metragens.