22/02/2024
Sem categoria

Neymar precisa se desdobrar para atender os patrocinadores

Lucas Calil

As exibições de gala de Neymar contra Flamengo e Atlético-PR só aconteceram porque, além dos jogos, o craque posou para fotos com Henry e Beckham nos Estados Unidos, participou como jurado de um concurso na Lapa e esteve em um evento publicitário em São Paulo. Preço pago pelo Santos para mantê-lo no Brasil: usar a imagem do jogador mundo afora em acordos publicitários e abusar do seu talento nas quatro linhas. Arte que lhe põe cara a cara com Messi na eleição de melhor do mundo pela Fifa.

Assediado por Chelsea, Real Madrid e Barcelona, Neymar ficou no Brasil para jogar o Mundial de Clubes — mas isso tem um preço. E o clube precisou equiparar os salários da estrela aos padrões europeus: vencimentos que chegam a R$ 1,5 milhão mensais, dos quais R$ 1 milhão pingam das ações de marketing que hoje procuram o moicano, que quebrou a lógica da Fifa e está entre os 23 indicados ao prêmio de melhor do mundo — o único jogador de clube não europeu desde 2007.

— Neymar é um craque que se paga e, para essas ações de marketing, é respeitada uma agenda na qual o jogador não pode faltar a treinos e à concentração. Porque o que gera isso é o desempenho em campo. É tudo feito com a avaliação da comissão técnica — diz Armênio Lóes, gerente de marketing do Santos.

Quinto maior nos salários

Entre o monopólio dos europeus na Bola de Ouro da Fifa (e da revista francesa “France Football”), Neymar poderia parecer o “primo pobre”, mas o resultado da odisseia publicitária é grande. Com os R$ 18 milhões anuais que recebe, ele só perde para os vencimentos de Lionel Messi, Cristiano Ronaldo, Samuel Eto’o e Wayne Rooney — descontadas as rendas publicitárias dos quatro. Nesse cálculo, é ainda o 12° maior salário do planeta na atualidade.

Na eleição da Fifa, criada em 1991, nunca houve um jogador em atividade no futebol brasileiro no TOP 3. Nem na Bola de Ouro, junta da Fifa desde 2010. Atual bicampeão, Messi — rival do Santos no Mundial de Clubes — é o grande favorito.

O moicano preferido do Brasil

Com apenas 19 anos, Neymar já ultrapassou o status de ídolo santista. Como aponta pesquisa da consultora alemã Sport&Markt, o craque hoje é preferência nacional entre fãs de todos os clubes e homens e mulheres. Dono de enorme carisma, sobra como o jogador que mais fatura com publicidade no Brasil. E especialistas veem no atacante potencial semelhante ao de Beckham — que, em 2010, no desprestigiado futebol dos Estados Unidos e em final de carreira, embolsou R$ 70 milhões (segundo a revista americana Forbes):

— O Neymar é muito catismático. Quando estiver em um clube europeu de escala global, poderá desenvolver esse potencial. Mas o desempenho no Mundial será um divisor de águas. O Neymar está aos poucos sendo reconhecido fora do Brasil — analisa Amir Somoggi, da BDO RCS.

Acima da média fisicamente

Jogador mais desgastado do Brasil, com 62 partidas em 2011, Neymar ainda encontra espaço para, semanalmente, participar de eventos comerciais. Apesar das constantes maratonas — hoje, o craque possui acordos com sete empresas — não perdeu um jogo sequer da temporada por causa de lesões. Só sendo mesmo um fenômeno físico:

— Fazemos uma prevenção de lesões com o Neymar, mas o jogador provavelmente já estaria machucado, não fosse acima da média nos quesitos físicos — avalia o preparador físico do Peixe, Ricardo Rosa.

No Japão, Neymar estará no centro da bolha midiática em que vive o Barcelona. Para promover a imagem do atacante, o Peixe já publicou um vídeo em que o camisa 11 fala em japonês. Mas, além do olho no gigantesco mercado consumidor asiático, segue focado nos troféus:

— Não há nenhuma ação de marketing do Neymar para o período do Mundial. Foco na conquista. Como jogador do Santos, o Neymar estará ajudando a divulgar a grandeza do Santos no Japão — encerra Armênio Loes

FONTE:http://extra.globo.com/esporte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.