20/04/2024

Parceria entre Ceprama e Ufma reforça a importância do artesanato maranhense

Para dar visibilidade à produção artesanal maranhense, o Centro de Comercialização de Produtos Artesanais do Maranhão (Ceprama), em parceria com o curso de Hotelaria e Turismo da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), por meio do Projeto Rede Maranhão Criativo de Experiência e Turismo (Remacri) desenvolveram um portfólio para divulgar o trabalho dos artesãos do Ceprama. Na pesquisa trabalharam dados da economia criativa com o objetivo de tornar conhecido o trabalho dos artesãos em formato de portfólio e publicações em redes sociais.

“Começamos a ação das pesquisas em novembro de 2022, recolhendo informações e materiais para a produção das publicações. O intuito deste trabalho é divulgar o artesanato maranhense, as tipologias, dando visibilidade a cada artesão, mostrando para as pessoas a importância da valorização da nossa cultura e o quão lindo é este espaço”, explicou Karine Espíndola, aluna da Ufma.

Culminância da Pesquisa

Nesta segunda-feira (3), os cinco estudantes do curso de Hotelaria e Turismo da Ufma que desenvolveram a pesquisa, juntamente com o professor e coordenador do Espaço Transdisciplinar de Desenvolvimento Humano e Profissional (HOLOC) da Ufma, entregaram o material gráfico à direção do Ceprama, ao coordenador estadual do Programa de Artesanato Brasileiro (PAB), Carlos Martins e aos oito artesãos envolvidos.

O artesão José Alencar, que trabalha com materiais recicláveis, afirma que esse material vai ajudar o turista e os moradores a saberem quais são os artesãos e que tipo de artesanato maranhense existe no Ceprama.

“Quero aqui expressar a minha gratidão e respeito aos alunos da Ufma pelo excelente trabalho realizado aqui no Ceprama, direcionado ao nosso artesanato e à nossa cultura. É uma ação de grande importância, porque divulga acervo o cultural, artístico e o artesanato maranhense. Parabéns a todos os envolvidos neste trabalho”, agradeceu o artesão, que já trabalha como consorciado no Ceprama há 25 anos.

“Esta ação só engrandece a gente, para nós do Ceprama, e é extremamente gratificante poder contar com estudantes e pessoas que possam nos ajudar a divulgar ainda mais o nosso Centro que é tão rico em artesanatos e de pessoas que produzem a história do maranhense em forma de arte”, afirma o diretor geral do Ceprama, Jorge Beckman.

“O Ceprama e a Setur estão sempre de portas abertas para montar parcerias e desenvolver ações que fortalecem o turismo do nosso Estado”, completa o gestor do Ceprama.

As pesquisas serão veiculadas ao HOLOC, que tem a missão de desenvolver ações, através da extensão com cunho social, econômico, ambiental e cultural, em todo o Estado do Maranhão, fomentando oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional.
Segundo o professor e coordenador do HOLOC, Cairo Cézar, as pesquisas visam alcançar todo o estado. “Através de pesquisas buscamos impactar de forma positiva a vida das pessoas, melhorando-a nas esferas social, econômica, ambiental e cultural”, disse.

A secretária de Estado do Turismo (Setur), Socorro Araújo, afirma que a parceria ajuda na divulgação do espaço e dos artesanatos, valorizando as pesquisas estudantis.

“A parceria entre o Ceprama e a Ufma, por meio do curso de Turismo e Hotelaria, reforça ainda mais o valor de se estudar as riquezas do nosso Estado, dando visibilidade ao Centro de Artesanato, fomentando a economia criativa produzidas pelos artesãos”, enfatizou a gestora Estadual do Turismo, Socorro Araújo.

A pesquisa contou com a participação dos alunos Taylor Santos, Lysandra Cruz, Maira Karoline, Ana Clara, Karine Espindola e com o apoio do professor e coordenador do HOLOC, Cairo Cézar.

A pesquisa está acessível na Internet, via redes sociais, pelo seguinte endereço de perfil: @remacri.holoc