24/02/2024

Rita Ribeiro se apresenta nesta sexta (26) no seu canal You Tube

 A cantora Rita Ribeiro reverencia hoje a mais famosa manifestação cultural de seu estado natal. A artista protagoniza uma live às 19h30, em seu canal no YouTube, em homenagem ao bumba meu boi do Maranhão e à cultura maranhense no geral. A live, com patrocínio da Equatorial e apoio do Grupo Mirante, será transmitida também pelo Portal Imirante.com. As participações especiais serão Alcione, Geraldo Azevedo e representantes de grupos folclóricos do gênero.

Para a transmissão, foram convidados Zé Olhinho (Boi de Santa Fé), Ribinha (Boi de Maracanã), Leila Naiva (Boi de Axixá), Chagas (Boi São José de Ribamar), Nadir Cruz (Boi Floresta), Inácio Pinheiro e Roberto Brandão (Boi Barrica), Regina Avelar (Boi de Leonardo), Zé Alberto (Boi Famosão) e três caixeiras do Divino Espírito Santo (Bartira, Dindinha, Graça e Zezé). A eles será revertida parte das doações obtidas durante a transmissão. A outra irá para integrantes da produção que trabalha com a artista.

Live

Rita estará na companhia do maestro Zé Américo Bastos, com quem apresentará números que louvam a tradição do bumba meu boi, como as canções “Bela Mocidade” (Donato Alves) e “Boi de Haxixe”, de Zeca Baleiro. Autores fundamentais da música nordestina também serão reverenciados, entre eles, João do Vale (“Todos cantam sua terra” e “Pé no lajeiro”) e Dominguinhos (“Isso aqui tá bom demais”).

“A live é uma iniciativa pessoal de homenagear a cultura do Maranhão, especialmente os mestres e mestras do bumba meu boi, ainda mais no ano em que essa manifestação folclórica é agraciada com o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. Mais ainda porque eles não estão podendo comemorar esse título nos arraiais. É uma forma de divulgar, prestigiar e promover a nossa cultura, que é tão forte, destacando o trabalho, a luta e a resistência para manter viva a tradição dos nossos ancestrais”, disse a cantora.

Segundo Rita, na região Nordeste, os estados da Bahia, Pernambuco e Maranhão formam a tríade de força ancestral. Ela disse que a live também propõe arrecadar doações destinadas a pessoas envolvidas com os grupos folclóricos e à sua equipe, todos afetados pela pandemia. “É uma iniciativa solidária e coletiva. Agradecemos aos nossos parceiros, como Equatorial, a Captura Produções, o maestro José Américo Bastos, a Elza Ribeiro Produções, ao Grupo Mirante e à imprensa maranhense no geral”, complementou.

Rita Benneditto tem forte ligação com a cultura maranhense, inclusive com o folclore do bumba meu boi. Ela nasceu em São Benedito do Rio Preto (MA), daí o nome artístico escolhido. Em 2018, realizou a turnê “Tecnomacumba – 15 anos de festa e fé”, comemorando o décimo quinto aniversário desse projeto por várias cidades, como São Paulo, Juiz de Fora, Garanhuns e Brasília, e encerrando com um grande show no Circo Voador, no Rio de Janeiro.

No mesmo ano, Rita lançou os álbuns “Tecnomacumba” e “Tecnomacumba – a tempo e ao vivo” nas plataformas digitais, além do videoclipe e do single “7Marias”, música feita em homenagem às pombagiras, entidades cultuadas nos terreiros de candomblé e umbanda brasileiros. A canção é uma reverência ao sagrado feminino, à força natural e divina das mulheres em sua máxima expressão de afirmação e igualdade. Ano passado, enveredou por quatro projetos: “Tecnomacumba”, “Rita Benneditto convida Jaime Alem”, “Som e Fúria” e “Zabumba Beat”, explorando ao máximo sua potência e versatilidade artística.

Serviço

O quê

Live de Rita Benneditto

Quando

Hoje, às 19h30

Onde

YouTube e Portal Imirante.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.