21/05/2024

São Luís receberá apoio do Sebrae e BID para se transformar em Destino Turístico Inteligente

Anúncio foi feito em Curitiba – PR, durante o 1º Encontro do Programa Turismo Futuro Brasil.

São Luís está entre os 12 municípios brasileiros selecionados pelo Sebrae e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para participação no Programa Turismo Futuro Brasil. Com isso, a cidade vai receber das duas instituições o suporte técnico, consultorias e ações para a estruturação da capital como Destino Turístico Inteligente (DTI).

O ato de formalização desse apoio aconteceu em Curitiba – PR, durante o 1º Encontro de Benchmark do Programa Turismo Futuro Brasil, uma troca de experiências vivenciais e técnicas entre lideranças, técnicos, prefeitos e especialistas de turismo dos municípios selecionados. Na ocasião, o prefeito Eduardo Braide foi representado pelo Secretário Municipal de Turismo da capital, Saulo Santos, que teve o reconhecimento dos participantes por inúmeras boas práticas na gestão turística de São Luís.

Para o secretário Saulo Santos, “esse momento marca o compromisso de São Luís e da gestão do prefeito Eduardo Braide com o desafio de transformar a capital dos Azulejos, com seus diferenciais e atrativos únicos, em um destino inteligente e sustentável, integrado e que possa aliar o crescimento da atividade turística com o bem-estar de seus habitantes. Questões como acessibilidade, fortalecimento da governança e o compromisso com um modelo de turismo inclusivo, que garanta melhorias para a cidade e para nossa população, estão entre os grandes desafios deste momento”.

Na cerimônia de adesão, o grupo foi recepcionado pelo prefeito de Curitiba, Rafael Greca e pelo governador em exercício Darci Piana, no espaço cultural Memorial Cidade de Curitiba, no centro histórico da cidade. 

Encontro – O encontro teve ampla programação de visitas técnicas, debates e trocas de experiências focadas no desenvolvimento de destinos DTI.  O grupo, formado por mais de 60 participantes, visitou o Mercado Municipal de Curitiba, o restaurante Madalosso e o bairro de Santa Felicidade, a Fazenda Urbana, o Jardim Botânico, FabLab (hub de inovação) e circuito de cervejarias artesanais, para conhecer boas práticas de turismo articulado à produção, de sinergia com o ecossistema de inovação, de governança e de gestão pública empreendedora adotadas em Curitiba.

No segundo dia, momento para os alinhamentos técnicos e de estratégias de ação, na sede da Fecomércio – PR, onde o grupo conheceu a experiência do ecossistema DTI de Curitiba, que reúne os setores público, privado, instituições de ensino e comunidade. Outros destaques foram as participações da presidente do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba (IMT), Tatiana Turra, que apresentou a experiência de estruturação do DTI local, explicando detalhes da iniciativa e a definição dos eixos de atuação; e de Gislaine Queiroz, presidente do Convention Bureau de Curitiba, que na visita ao Mercado Municipal abordou a articulação para atração de eventos para a capital paranaense.

“A missão deu aos 12 municípios a chance de conhecer a realidade de cada um e uma troca de vivências, resultando na formação de uma rede colaborativa para superação dos desafios e compartilhamento de soluções muito úteis para todos. Em São Luís, temos vários desafios, principalmente na integração e fortalecimento da governança, para os quais o Sebrae se sente motivado, abraçando esse novo momento com bastante entusiasmo, na perspectiva de contribuir, ao lado de todos que venham a somar nesse processo, para que as ações ocorram e possam fortalecer São Luís como DTI, transformando a nossa capital em um espaço integrador, que combine o crescimento econômico a partir do turismo e melhorias na vida das pessoas”, pontuou o diretor Técnico do Sebrae – MA, Mauro Borralho.

Do Maranhão, estiveram presentes, além dos dois diretores e do secretário Saulo Santos, o gerente da Unidade de Negócios de São Luís, Mauro Formiga, a coordenadora de Territórios Empreendedores do Sebrae – MA, Flavia Nadler, e Jeane Soeiro, gestora do projeto Rota das Emoções.

Destinos Turísticos Inteligentes – DTI

O Programa Turismo Futuro Brasil é uma parceria estratégica entre o Sebrae Nacional e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para apoiar a elaboração de instrumentos de planejamento e a implementação de ações-chave para o fortalecimento e consolidação da estratégia de Destino Turístico Inteligente em doze municípios no Brasil.

A estratégia será aplicada em Pirenópolis (GO) e Bonito (MS), no Centro-Oeste; Penedo (AL), São Luís (MA) e Recife (PE), no Nordeste; Belém (PA) e Novo Airão (AM), no Norte; Curitiba (PR) e Bombinhas (SC), no Sul; e Belo Horizonte (MG), Ilhabela (SP) e Paraty (RJ), no Sudeste.

Após a assinatura do termo de adesão, as 12 cidades receberão acompanhamento técnico da GKS Inteligência Territorial. O trabalho prossegue agora  com a formação de comitês gestores da estratégia DTI em cada uma, abrangendo os eixos de governança, acessibilidade, sustentabilidade, inovação, tecnologia e inteligência, marketing, criatividade, segurança,  mobilidade e transportes, com a formulação de planos de ações integradas para cada um destes.