27/05/2024

Sesc exalta a riqueza cultural do Quilombo Liberdade nesta sexta em evento gratuito

Sesc exalta a riqueza cultural do Quilombo Liberdade nesta sexta em evento gratuito

Valorizar e contribuir para a visibilidade das narrativas e expressões artístico-culturais dos povos negro e indígena, esse é o objetivo do projeto Identidade Brasilis, promovido pelo Sesc em todo o Brasil.  No Maranhão, a edição 2022 apresenta o legado cultural do Quilombo Liberdade, promovendo um diálogo entre o tradicional e o contemporâneo em uma diversificada programação gratuita. A agenda cultural inclui cortejo artístico, performance, debate, show musical, batalha na praça e intervenção urbana, no dia 4 de novembro, das 17h às 23h30, na Quadra do Japão, na Liberdade.

cortejo com o Bloco Afro Abiyéyé Maylô abre o evento às 18h e convida o público a participarem da edição 2022 do projeto Identidade Brasilis no Maranhão. O Bloco traz em sua musicalidade e na dança o ritmo do toque do afoxé/ijexá, mostrando a força das casas de culto afro. Às 18h30, a performance poética Munlundus traz aos participantes ancestralidade, fé e descolonização da arte, abordando questões sobre a diáspora,  descolonização do corpo e imagem do santo.

Na Roda de Conversa “Aquilombamento Urbano e Arte: Diálogos Possíveis”, Regina Avelar (Representante do Boi da Liberdade), Pepe poeta Marginal (escritora, educadora social, MC, performer e poeta do Slam) e Neto de Azile (Diretor de Patrimônio Cultural da Secma, Coordenador do Coletivo de Entidades Negras e Diretor da Casa de Tambor de Crioula do Maranhão) debatem sobre o aquilombamento urbano como estratégia e tecnologia ancestral de resistência, coletividade e intervenção sócio-política principalmente nas artes e na cultura. A mediação é de Karina Muniz (afro educadora, afro empreendedora social e Secretária de Juventude da UNEGRO). O debate acontece das 19h às 20h30. 

 

Após o debate, muita cultura e arte na programação do evento. O show musical “Abre Caminho” com Gugs é uma mistura do rap com o tambor de crioula e promete agitar o Identidade Brasilis com um repertório autoral e versões que passeiam pelas vertentes do Dancehall, Afrobeat, Trap e Drill. As músicas traduzem os sons das ruas e becos, apresentando a multiculturalidade e diversidade da cena local. 

 A batalha na praça e a intervenção urbana com cantador Wanderley Nunes encerram a noite com muito ritmo e talento, misturando a cultura hip hop e cultura popular. Além dos animados duelos entre os MCs, o cantador improvisará versos, trazendo à memória do público o poeta repentista e a tradição da literatura oral e a de cordel.

 Bairro da Liberdade

Território Liberdade Quilombola foi reconhecido pela Fundação Cultural Palmares como quilombo urbano em 2019tornando-se o primeiro do estado do Maranhão. Com mais de cem anos de histórias e tradição cultural, é formado por negros remanescentes de quilombos de Alcântara e da Baixada Maranhense. O Quilombo Urbano da Liberdade é considerado patrimônio afrocultural, reunindo inúmeras manifestações afros de caráter religioso, artístico e lúdico, assim como memórias e saberes. O bairro é guardião de expressões de grande valor histórico-cultural como o Bumba-meu-boi e o Tambor de Crioula, além de grupos e artistas de diferentes segmentos como a cantora Enme Paixão.

Programação

18h – Cortejo Bloco Afro Abiyéyé Maylô
18h30 – Performance Poética Munlundus com Pepe Marginal
19h às 20h30 – Roda de Conversa Aquilombamento Urbano e Arte: Diálogos possíveis  

Debatedores: Regina Avelar, Pepe poeta Marginal e Neto de Azile

20h30 às 21h30 – Show musical “Abre Caminho” com Gugs   

21h30 às 23h30 – Batalha na Praça e Intervenção Urbana com o repentista e cantador Wanderlei Nunes do Bumba-meu-boi de Leonardo

Serviço

O que: Identidade Brasilis apresenta o legado cultural do Quilombo Liberdade

Horário: 18h às 23h30

Local: Quadra do Japão, na Liberdade

Programação: Cortejo artístico, performance, debate, show musical, batalha na praça e intervenção urbana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.