25/02/2024

Pela primeira vez , “Travessia Junina” acontece neste domingo, dia 29 de maio

Grupos de bumba meu boi invadem a Ponte José Sarney neste domingo, 29
Os bois de Nina Rodrigues e de Maracanã ocuparão a ponte levando todo encanto do sotaque de orquestra e de matraca, respectivamente

Diariamente, passam milhares de automóveis pela Ponte José Sarney, mais conhecida como ponte do São Francisco. Só que no domingo (29), em uma ação inédita do governo do Estado, a passagem vai ser de grupos de bumba meu boi. Isso mesmo, a Travessia Junina é mais uma inovação do São João do Maranhão 2022 e será uma ocupação junina. O Maior São João do Brasil é realizado pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura.
Mas que travessia é essa? Vai funcionar assim: a concentração dos grupos será às 15h na Reffsa (Beira-Mar), com a batida peculiar do Boi de Ribamar de Matraca. Às 16h, começa a travessia na ponte, com os bois de Nina Rodrigues (sotaque de orquestra) e de Maracanã (matraca). Eles seguirão em trios elétricos até o outro lado da ponte, no bairro São Francisco. O público, é claro, vai poder acompanhar.
“O nosso São João vai realmente ser o maior do Brasil. E essa Travessia Junina foi uma ideia que surgiu para revitalizar culturalmente a ponte do São Francisco, e levar alegria e música, em combinação com o colorido do mosaico de bandeirolas que foi montado sobre a ponte. Vai ser uma grande festa e todos estão convidados”, disse o secretário de Estado da Cultura, Paulo Victor.

Programação
O São João do Maranhão foi lançado oficialmente na última sexta-feira, 27, com o cortejo junino de grupos percorrendo as ruas do Centro, da Praça do Pantheon, até a Praia Grande.
Os festejos juninos terão 60 dias de programação com mais de 500 atrações. O calendário junino será de 2 de junho a 31 de julho, de quinta-feira a domingo, para a maioria dos arraiais. O público evangélico também será contemplado, com o Arraial do Povo de Deus, no Parque do Rangedor, nos dias 1° e 2 de julho.
Os destaques ficam por conta da Praça Nauro Machado, com programação de 11 de junho a 3 de julho; da Vila Palmeira, com um mês de duração, de 2 de junho a 2 de julho, de quinta a domingo para ambos; e o do Ipem, que funcionará diariamente, de 11 de junho a 10 de julho.

Trabalho em conjunto
O Maior São João do Brasil contará com o trabalho em conjunto da Seap (Secretaria de Administração Penitenciária) – doação de matracas e outros; Setur (Secretaria de Turismo) – apoio na organização e disponibilização de serviços; SSP (Secretaria de Segurança Pública) – segurança; Secom (Secretaria de Comunicação Social) – apoio na divulgação do evento; Sedes (Secretaria de Desenvolvimento Social) – equipamentos do programa Mais Renda; e Sedihpop (Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular), com a disponibilização de intérpretes de libras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.