19/05/2024
Sem categoria

Turista enfrenta ‘via-crúcis’ e o abandono na capital maranhense

Centro de São Luís tem casarios do século 19 em ruínas e ruas esburacadas e mal iluminadas

Cidade, que completa 399 anos hoje, recebe 2 milhões de visitantes/ano, mas não conservou o seu centro histórico
<

Casa perto do Mercado Central, cujas janelas estão vedadas com tijolos

Turista enfrenta ‘via-crúcis’ e o abandono na capital maranhense

Centro de São Luís tem casarios do século 19 em ruínas e ruas esburacadas e mal iluminadas

Cidade, que completa 399 anos hoje, recebe 2 milhões de visitantes/ano, mas não conservou o seu centro histórico

Carolina Costa/Folhapress

Casa perto do Mercado Central, cujas janelas estão vedadas com tijolos

CAROLINA COSTA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Viajar para a cidade de São Luís é exercício de devoção. A capital do Maranhão, que recebe cerca de 2 milhões de turistas anualmente, maltrata aquele que se aventura por suas calçadas históricas.
De casarios quase ruindo a ruas esburacadas e inseguras, o descaso se torna mais impressionante se lembrarmos que a cidade completa 400 anos daqui a 12 meses, em 8 de setembro de 2012.
A via-crúcis começa no embarque: preparado para longas horas de voo, não raro com escalas, o turista chega à capital maranhense num aeroporto com instalações improvisadas, consequência de uma obra que começou em março deste ano e não dá sinais de que vá acabar logo.
Biombos fazem as vezes das paredes e um toldo plástico cobre a sala de embarque, onde as pessoas se apinham sob um calor que facilmente ultrapassa os 30°C nessa época do ano.
O “devoto” que se arriscar a conhecer o centro histórico verá cenas de ainda maior provação. Boa parte dos casarios dos séculos 18 e 19 está caindo aos pedaços.
Sem segurança, mal iluminadas e cheias de buracos, as ruas ficaram perigosas. Azulejos franceses e portugueses praticamente só são vistos em suvenir -isso se o turista encontrar uma loja aberta no centro, uma vez que o comércio segue o suplício.

‘QUE CAIA DE PODRE’

“Isso aqui está numa desolação de dar pena”, comenta Antonio França, pescador e morador da cidade. Segundo ele, muitos casarões são particulares, e os donos não fazem questão de arrumá-los.
“Fecham portas e janelas e querem que o negócio caia de podre”, conta ele.
A observação não passa despercebida dos turistas. Em viagem com a mulher e o filho, o brasiliense Erasmo Rodrigues Fernandes comenta: “É lamentável que um homem culto e inteligente, nascido aqui, que foi presidente da República. governador e que é presidente do Senado, deixe sua terra natal nessa degradação”.
Dinheiro não falta: o Maranhão lidera a lista de Estados destinados a receber recursos do Ministério do Turismo, pasta nas mãos do maranhense Pedro Novais (PMDB).
Só de convênios já assinados neste ano, o Estado já foi beneficiado com R$ 22,8 milhões, segundo informa a assessoria de imprensa do Ministério do Turismo.
Para efeito de comparação, o Rio de Janeiro, sede da Copa do Mundo de 2014, tem R$ 4,3 milhões de recursos em convênios aprovados.
Com a capital do Estado vivendo um martírio, haja fé para crer que esse dinheiro se converterá em uma cidade mais piedosa com seus moradores e que não mais excomungue seus turistas.

DEPOIMENTO

A julgar pela experiência pessoal, hotelaria é precária

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Ao chegar de viagem em São Luís, no dia 18 de agosto, de madrugada, me hospedei no Skina Palace Hotel.
Querendo saber como é recebido o viajante que busca economia, escolhi um local três estrelas próximo do centro histórico, com uma tarifa de R$ 131 pelo quarto duplo.
Embora tenha feito a reserva com três meses de antecedência, o atendente não a encontrou, o que consumiu 20 minutos extras no check-in.
O quarto era pequeno e simples como eu já esperava, mas a limpeza deixou a desejar: os dois sabonetes do banheiro estavam usados. Cansada da longa viagem, dormi e só acordei às 8h, para conferir um café da manhã pobre em quantidade e variedade.
De volta ao quarto, enquanto me arrumava para sair, fui surpreendida pelo barulho de martelo e furadeira vindo de uma obra do lado de fora da janela. Isso ocorria às 9h.
Resolvi não protelar o check-out, previsto originalmente para o dia seguinte, e desci pronta para brigar pelo reembolso de uma das diárias.
Nem precisei: a funcionária não perguntou o motivo da desistência, mas me informou que o dinheiro seria devolvido em 72 horas.
O prazo não foi cumprido e, passados dez dias, tive de ligar para a recepção do hotel, mandar e-mail e cobrá-los novamente. Pelo menos posso esperar instalada em minha casa, de onde sei exatamente a procedência dos sabonetes. (CAROLINA COSTA)
PARA QUANDO VOCÊ FOR AO MARANHÃO

PASSAGENS AÉREAS

SP-SÃO LUÍS-SP
Gol: R$ 581,80*
TAM: R$ 691**
Azul: R$ 599,80***

CONDIÇÕES
Valores não incluem taxas e estão sujeitos a alteração
* Via Guarulhos. Valor para compra antecipada de, no mínimo, 28 dias
** Via Guarulhos. Antecedência de compra de sete dias, com dez dias de estadia mínima para viagens às terças, quartas, 12h de sábado ou o mesmo horário no domingo
*** Via Viracopos. Reservas são obrigatórias, as quais devem ser realizadas no mesmo momento, com a antecedência mínima de 21 dias do voo de ida

RESERVAS
Gol: 0300-115-2121;
www.voegol.com.br
TAM: 4002-5700;
www.tam.com.br
Azul: 4003-1118;
www.voeazul.com.br

ALUGUEL DE CARRO

Unidas: R$ 79*
Avis: R$ 84,70* **

CONDIÇÕES
Valores sujeitos a alterações para carro econômico modelo 1.0
* Inclui proteção ao veículo, taxa de serviço e quilometragem livre
** Uma diária é gratuita para aluguel de sete dias

RESERVAS
Avis: 0/xx/11/2155-2847;
www.avis.com.br
Unidas: 0800-121-121;
www.unidas.com.br

HOSPEDAGEM
Soft Inn: R$ 85*
Best Western /Na Shoptime
Viagens: R$ 90***
Brisamar /Na Americanas
Viagens: R$ 102***
Pousada dos Leões /
Na Decolar.com: R$ 120*
Solare Bellagio: R$ 193*
Expresso 21: R$ 193*
Holiday Inn: R$ 225* **
Biarritz: R$ 230*
Number One: R$ 234
Hotel Pestana /Na Tereza
Ferrari Viagens: R$ 380****

CONDIÇÕES
Valores sujeitos a alterações
* A hospedagem inclui café da manhã. Diária para casal em quarto duplo e sem taxas
** Extras como internet sem fio, piscina e sala de ginástica são gratuitos
*** Preço da hospedagem por pessoa em quarto duplo, com café da manhã e sem taxas
**** Preço para casal em quarto duplo. Inclui café da manhã e taxas

RESERVAS
Americanas Viagens:
4003-4313; viagens.americanas.com.br
Biarritz:
0/xx/98/4009-6767;
www.alliahotels.com.br
Decolar.com: 4003-9444;
www.decolar.com
Expresso 21:
0/xx/98/4009-2222;
www.gruposolare.com.br
Holiday Inn: 0/xx/98/
4009-2255; www.holidaysaoluis.com.br
Number One:
0/xx/98/ 4009-3939;
www.alliahotels.com.br
Soft Inn:
0/xx/98/4009-7676;
www.alliahotels.com.br
Solare Bellagio:
0/xx/98/4009-2777;
www.gruposolare.com.br
Shoptime: 4003-4323;
viagens.shoptime.com.br
Tereza Ferrari Viagens:
0/xx/11/3021-1699;
www.terezaferrariviagens.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.