13/06/2024

Veja os desdobramentos do caso de homicídio brutal em Coroatá

A investigação do homicídio brutal do gerente da Farmácia Pague Menos em Coroatá, Marcos Santana Ramos Salazar, teve um avanço significativo nas últimas horas. A Polícia Civil, com o apoio da Polícia Militar, conseguiu apreender um menor de idade, de 17 anos, que confessou participação no crime. O menor afirmou que imobilizou a vítima, mas alegou que não foi o autor do homicídio. Segundo o menor, a responsável pelo assassinato seria uma mulher que ainda está foragida. Teria sido ela a pessoa quem cortou o pescoço da vítima.

De acordo com as informações fornecidas pelo delegado de Coroatá, Daniel Andrade, em entrevista ao programa do Pacheco, o casal fugiu do local do crime sem pagar pelo quarto da quitinete, mesmo local onde o gerente morava. Este comportamento levantou suspeitas entre os investigadores. Durante a operação policial, um dos celulares da vítima foi encontrado na casa do menor apreendido, juntamente com uma faca que pode ter sido utilizada para cortar o pescoço da vítima. Além disso, a carteira de Marcos Santana Ramos Salazar também desapareceu e, conforme a declaração do menor, estaria em posse da mulher foragida.

O delegado Daniel Andrade ressaltou a importância das provas materiais encontradas para elucidar o caso. A descoberta do celular e da faca são elementos cruciais que fortalecem a confissão do menor e indicam o envolvimento de outra pessoa no crime. A polícia continua empenhada em localizar a mulher mencionada pelo menor, cuja captura é essencial para esclarecer todos os detalhes e motivação do homicídio.