04/12/2023
Sem categoria

Como Psicanalista eu posso lhe afirmar e meus cole…

Como Psicanalista eu posso lhe afirmar e meus colegas que irão comentar texto abaixo confirmam também é que se existe uma coisa que a criança aprende é comportamento, e homossexualidade não é comportamento, homossexualidade é o conjunto da percepção, emoção, espiritualidade, afetividade, atração física por alguém do mesmo sexo que não se manifesta necessariamente através de comportamentos, existem homossexuais afeminados, como existem os que não são, assim também como existem heterossexuais afeminados que não são homossexuais, fatores hormonais contribuem para uma modelação na estrutura psicomotora de um indivíduo que não implica na orientação sexual, o fator hormonal da homossexualidade só é atribuído dentro do útero materno. Rebato aqui o pronunciamento errôneo de que a travestilidade é uma orientação sexual, travestilidade é identidade de gênero, porém a senhora parece não compreender a diferença e mesmo assim ousa falar de sexualidade humana, também uso o meu conhecimento baseado no CID e no DSM responsáveis pelo catalogo de doenças de origem psíquica para afirmar que a Pedofilia é uma doença e não uma orientação sexual como afirmou em tom de certeza a senhora. Já a homofobia pode se manifestar como comportamento agressivo, verbal ou físico, no caso da senhora, verbal e a senhora tem proporcionado uma zona de conforto para a o da Homofobia dentro da sociedade brasileira, assim como a sua ignorância e informações passadas erroneamente as pessoas que lhe assistiam, assim encaro a senhora como uma pessoa perigosa para nossas crianças e nossos jovens indefesos , com base nos estudos comportamentais, afirmo que a homofobia é algo que se aprende, através do comportamento alheio, tendo maior impacto quando as informações homofóbicas vem por parte em uma sociedade aonde ainda e infelizmente as pessoas seguem uma escala de “importância” e a senhora como Deputada que se diz representante do povo tem um grau “superior” nessa infeliz escala criada pela sociedade que precisa ser desconstruída, visto isso, seu pronunciamento perante a o conhecimento da classe Psi. ( Psicanalistas, Psicólogos e Psiquiatras ) é condenável, deplorável, homofóbico, infundado, propõe a propagação do ódio a homossexuais e a desinformação sobre a sexualidade humana que já enfrenta os obstáculos do fundamentalismo religioso que quer se sobrepor a evolução científica, necessitando assim de correção pública, visto que já que se aprende a ser homofóbico, deve se mostrar as nossas crianças e adolescentes que não é certo ser homofóbico e como ferramenta temos a punição jurídica que será lhe aplicada ( ou não ) por difamação, calúnia e injúria, vejo que a ALERJ deve repudiar o seu pronunciamento e abrir um processo disciplinar contra a senhora para que nossas crianças e jovens vejam que quem pratica homofobia, pratica crime de ódio e é punido, independente de sua “escala” na sociedade. Aqui findo a minha opinião dando espaço para outros profissionais e estudantes que se mobilizaram em nota de repúdio ao seu pronunciamento.
– Alguns educadores mandaram suas notas de repúdio, dentre elas cito duas.
Cláudia G, professora de Inglês
“Manifesto a minha profunda indignação em relação às declarações da Exmª Srª Deputada Myrian Rios.É inadmissível que uma representante do povo, eleita democraticamente, incite a intolerância e evidencie um posicionamento profundamente preconceituoso como o apresentado, associando homossexuais à pedofilia.
Enquanto educadora e cidadã, defendo que para construir um país mais justo, mais igualitário e mais democrático devemos combater todo e qualquer tipo de discriminação. Somos todos responsáveis por isto
Homossexualidade não se aprende. Homofobia sim.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.