14/04/2024

Festival Food & Jazz ocupa a Maria Aragão neste final de semana

Após duas semanas acontecendo nos restaurantes de São Luís e dos cortejos de jazz realizados pelo centro histórico da cidade, a estrutura do Food & Jazz será montada na praça Maria Aragão. No sábado (15) e domingo (16) a partir das 17h, o público terá acesso a Cozinha Show oficinas diárias e variados shows musicais com artistas locais, a partir das 18h.

Os amantes do jazz poderão aproveitar também os produtos da feira de artesanato e degustar dos pratos, drinks, cafés e sobremesas criados especialmente para o Festival a preços populares, a partir de R$ 25,00. Importante ressaltar que os pratos também podem ser encontrados nos restaurantes, a lista completa pode ser acessada no @foodjazzbrasil.

Cerca de 30 restaurantes locais criaram pratos inéditos que conectaram a cidade americana, berço do jazz, Saint Louis, com a maranhense São Luís. Ambas apresentam uma das rotas mais importantes do jazz e uma culinária rica, diversa e saborosa. Tanto a música quanto a comida com grande influência africana, indígena e europeia. Na música, o festival homenageia a maranhense e reconhecida internacionalmente cantora do jazz, Tânia Maria.

Programação Cozinha Show

Serão realizadas oficinas de gastronomias com chefs locais, com a presença do coordenador gastronômico dos Festival: Marcela Labre de Natal que vai mostrar um pouco de “São Luís caleidoscópio – fusão de cores e sabores em um menu de etapas”. Ele contará com a participação da chef Amanda Celleny e do bartender Bruno Ferreira. A oficina acontece no sábado (15) a partir das 17h.

Entre as outras temáticas do sábado, o chef Samuel Mendes mostra em sua oficina um pouco “Da ilha do amor ao ritmo de sabores: Entre no ritmo da dança de Saint Louis para o encanto de sabores de São Luís”.

Ainda no sábado às 16 horas, teremos um bate-papo sobre o jazz e sua relação com a cultura maranhense. Muita troca de conhecimento em nosso “Café com Jazz” com nosso curador intelectual Tonny Araújo.

No domingo (16) a partir das 17h: “De Foé à Étoufee – Uma releitura gastronômica da cozinha maranhense e de Saint Louis”, com o chefe Eleison Fernandes e as 18h a chega Pietra Freitas com a oficina “O aproveitamento integral dos alimentos como estratégia de combate à insegurança alimenta”.

Programação Cultural

O Food & Jazz homenageia a maranhense Tânia Maria, um símbolo de empoderamento feminino, pois desde cedo enfrentou as opressões no meio musical. Hoje, ela está com 75 anos e mora em São Paulo com a família, após décadas residindo no exterior, a começar por Paris (França), cidade escolhida para potencializar seu trabalho ainda nos anos 70.

A música de Tânia Maria reflete suas variadas influências, que vão desde melodias pop, às harmonias complexas de jazz, ritmos do funk, soul e samba.

O Festival segue homenageando as mulheres. Entre as apresentações; Núbia, cantora e compositora maranhense, entoa músicas que revelam a influência sociocultural do reggae jamaicano no Maranhão, Lis Vanelli e quarteto é uma cantora, percussionista e musicoterapeuta, com 22 anos de carreira, Camila Reis é filha da terra e artista popular que dialoga com várias áreas (música, dança, cinema, teatro e literatura.

Presente também Vanessa Serra, jornalista e DJ ludovicense fusiona movimentos sonoros de forma intuitiva em transições envolventes.

Representando a ala masculina, Andrezinho vem de uma família com tradições nordestinas fortes, com base no forró pé de serra, segue uma linhagem de sanfoneiros, zabumbeiros e cantoras.

O DJ Pedro Sobrinho impõe sua personalidade, gosta de experimentar, seja tocando afrobeat, jazzy, coco, mina do Maranhão, indie-rock, música ucraniana, africana, cubana, cumbia, entre outros baratos afins. Outra tração é Fellipe Fernandes, um musicista pernambucano, que teve seu primeiro contato com a música ainda criança.

Entre as bandas estão a Street Band, criada exclusivamente para a Food & Jazz e que foi responsável pela animação dos cortejos que percorreu o centro histórico e os estabelecimentos participantes do Festival. Destaque também para Com Fofo Black e Orquestra Tabajara que encerrarão o Food & Jazz com uma homenagem a Tânia Maria.

* Com informações da Assessoria