14/04/2024
Sem categoria

FORÇA DOUTOR SÓCRATES

Mulher crê que apoio do Corinthians ajudou Sócrates a permanecer vivo

Sócrates está em coma induzido e respira por aparelhos. Mesmo com ex-jogador inconsciente, a mulher Kátia Bagnarelli segue falando com ele na UTI do Hospital Albert Einsten. Ela informou a Sócrates nesta quarta-feira que o Corinthians irá homenageá-lo nesta quinta-feira, contra o Flamengo, e crê que o apoio ajudará na recuperação do marido, que está em estado grave em decorrência de cirrose.

Os jogadores do Corinthians deverão entrar com inscrição em referência a Sócrates no uniforme, assim como fez com Ricardo Gomes no duelo vencido pelo time alvinegro contra o Grêmio.
Kátia acredita que Sócrates ouviu a notícia da iniciativa corintiana e revela que o ex-atleta apresentou reação positiva quando assistiu do quarto na UTI a uma manifestação de apoio da torcida no Pacaembu, em sua primeira internação, em agosto.

“Parece loucura, mas eu continuo falando com ele, porque sei que ele está me entendendo. O Sócrates é impressionante. Ele melhorou tanto na primeira vez quando viu na TV alguns torcedores com faixa de apoio. Foi algo sem palavras e que chamou a atenção dos médicos. Ele ama o povo. Tenho certeza que ele ouviu o que eu falei hoje [quarta] e sei que isso pode ter ajudado a seguir lutando pela vida”, disse Kátia.

Confiante, a mulher diz que faz planos com Sócrates, entre eles de o ex-jogador trabalhar com Hugo Chávez. Caso supere esse momento delicado da vida, Sócrates pretende participar de campanhas contra o alcoolismo e para incentivo de transplante.

Sócrates teve sua medicação reduzida nesta manhã de quarta. De acordo com Kátia, os médicos pretendem fazer novo teste na quinta de manhã, diminuindo a medicação.

“O quadro permanecerá inalterado até quinta de manhã. Eles vão tentar diminuir a medicação e aguardar reação do Sócrates. Se tudo correr bem e não houver sangramento no esôfago, haverá a redução dos medicamentos. O estado continua grave, mas ele tem um coração de atleta, fundamental para suportar ao tratamento e enfrentar a fragilidade natural diante dessa situação”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.