19/06/2024

Galeria de arte do TCE sedia mostra “Coletivo de Julho”

Três meses após ser inaugurada, como parte da programação da I Jornada de Controle Externo, a Galeria de Arte Amina Paula Barros promove sua primeira exposição destinada ao público externo. Reunindo os artistas convidados Emille de Carvalho, Janete Nakatani, Marilene de Vargas, Mário de Jesus e João Carlos Pimentel, será aberta, no próximo dia 05, às 10h, a mostra “Coletivo de Julho”.

A mostra, que vai até o próximo dia 27, cumpre um dos objetivos da galeria, que é oportunizar a artistas convidados um espaço de divulgação e comercialização de suas obras, além de propiciar aos servidores do Tribunal de Contas bem como à sociedade ludovicense a apreciação de obras de significativa qualidade estética.

A mostra “Coletivo de Julho”, é mais uma realização do projeto “TCE Cultural”. Lançado no final do ano passado para fomentar o interesse pela arte e cultura no ambiente da corte de contas maranhense, contribuindo de forma efetiva para a compreensão da cultura como fator de humanização e inclusão social.

Conheça a seguir um pouco sobre cada um dos artistas convidados.

Emille de Carvalho Mascarenhas, ou simplesmente Emi, nasceu em 10 de dezembro de 1997, na capital do Maranhão, sendo criada pela mãe solo, junto de outra filha mais nova. Os primeiros traços de criatividade de manifestaram ainda na infância, quando construía os próprios brinquedos. Por influência da mãe artesã, se iniciou nos trabalhos manuais bordando roupas de boneca e decorando as capas dos cadernos da escola. Aos 11 anos, começou a desenhar e aos 15 foi indicada ao Núcleo de Altas Habilidades/Superdotação – MA Joãosinho Trinta, onde permanece até hoje.

Servidor do Tribunal de Contas, João Carlos Pimentel Cantanhede é professor, artista visual e escritor. Seu gosto pelas artes desenvolveu ainda na infância lendo e desenhando personagens de HQs. Formou-se em Artes Plásticas pela UFMA e ao longo dos anos participou de diversas exposições. É um ativo entusiasta das iniciativas culturais no TCE maranhense, participando de rodas de conversa e ministrando cursos e oficinas.

Escreveu os livros Revivescência (2014), Cantanhede (2010), Veredas Estéticas (2008) e A Cidade e a Memória (2013, em parceria com a professora da Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Raimunda Fortes), além de ser um dos organizadores das antologias Púcaro Literário (2017, 2018 e 2021).

Foi eleito para a Academia Itapecuruense de Ciências, Letras e Artes (AICLA), cadeira de n° 19, que tem como patrono Antônio Olívio Rodrigues. Já recebeu os seguintes prêmios: Mostra maranhense de humor – 1999, Melhor cartoon maranhense; Mostra maranhense de humor – 2000, Melhor cartoon maranhense; Concurso Literário e Artístico Cidade de São Luís – 1º lugar categoria pintura.

Mário Menezes, ator e artista visual com destaque para o desenho e pintura e poeta por hobby. Maranhense de São Luís, apresentou desde a infância forte inclinação para as artes visuais. Aos 20 anos, decidiu encarar tal inclinação como uma vocação profissional. De 2004 a 2006 fez o curso técnico de desenho artístico no Centro de Criatividades Odylo Costa Filho. Após cinco anos retornou ao Centro de Criatividades para cursar pintura em tela no ano de 2012. Em 2015, iniciou seus estudos em artes dramáticas em curso técnico para formação de ator no Centro de Artes Cênicas do Maranhão (CACEM), concluído em 2017.

Paranaense de nascimento, maranhense por amor, Janete Nakatani é artista plástica, escritora, poetisa, compositora amadora e enfermeira de profissão. Para Janete, pintar é energia viva, contar histórias com cores e tons. Aprecia o impressionismo e o expressionismo. Tem o Naif como estilo de alma, que brota fácil e livre. Tem a vida cotidiana como a verdade da sua composição. “Tudo é passível de ser tornado arte”, resume.

Gaúcha de Porto Alegre, Marilene de Vargas sentiu aflorar sua sensibilidade para as tintas e telas ao chegar ao Maranhão. Atualmente, tem se dedicado às experiências de composições abstratas, buscando possibilidades artísticas em todo o seu entorno.

SERVIÇO

O quê: “Coletivo de Julho”, exposição reunindo trabalhos de seis artistas radicados no Estado
Quando: 05 a 27 de julho
Onde: Galeria Amina Paula Barros (Prédio anexo do TCE)
Visitação: das 08h às 14h

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.