20/05/2024

Palmeiras vence América-MG nos acréscimos e é bicampeão da Copinha

Palmeiras defendeu com sucesso o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior e conquistou seu segundo título na história da competição. Nesta quarta-feira (25), o Verdão enfrentou o América-MG no Canindé e teve muito trabalho, mas venceu por 2 a 1 em uma final de muitas emoções e futebol digno de decisão de título a nível principal.

Com o título, o Palmeiras se torna bicampeão da Copinha com 100% de aproveitamento, com nove vitórias em nove partidas. O América sofreu sua primeira derrota justamente na decisão e termina a competição com ótima campanha, com oito vitórias seguidas e o revés na final.

O Palmeiras abriu o placar após 18 minutos bastante movimentados, com chances para ambos os lados. Vitinho foi lançado pela ponta esquerda e cruzou rasteiro para Ruan Ribeiro, que só precisou empurrar para o gol quase aberto. Gol de artilheiro.

O empate do América veio aos 40 minutos. Adyson invadiu a área e acertou um bonito drible em Léo, que só parou a jogada com pênalti. No primeiro momento, Aranha defendeu a finalização de Renato Marques, mas o árbitro ainda não havia autorizado a cobrança, e inclusive estava de costas para a jogada. Na segunda batida, o camisa 9 chutou no meio e empatou a partida.

No segundo tempo, aos cinco minutos, o América voltou a marcar com Paulinho, mas a arbitragem marcou posição irregular do jogador. Logo em seguida, aos oito minutos, Aranha precisou fazer ótima defesa em cabeceio de Jonathan, evitando a virada. Mais tarde, aos 17, Kevin carimbou a trave de Cássio.

O gol do título saiu somente nos acréscimos graças a Patrick. O volante, que saiu do banco no início da etapa final, aproveitou bate-rebate na área após cobrança de escanteio e cabeceou para fazer 2 a 1 para o Palmeiras, bicampeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

PALMEIRAS: Aranha; Edney, Henri, Talisca e Gustavo Mancha (David Kauã); Léo (Patrick), Pedro Lima, Estêvão (Gilberto) e Kevin (Daniel); Vitinho e Ruan Ribeiro (Thalys). Técnico: Paulo Victor

AMÉRICA: Cássio; Samuel, Jonathan (Rafa Barcelos), Júlio e Paulinho (Jurandir); Breno (Heitor), Mateus Henrique (Yago) e Theo (Kanté); Luan Campos, Adyson e Renato Marques. Técnico: Mairon César