Pelo terceiro ano seguido, a Via Sacra no bairro Anjo da Guarda não será realizada. O espetáculo teatral que encena o caminho que Jesus percorreu até o Calvário – local de sua crucificação – teve seu cancelamento confirmado mais uma vez por conta da pandemia.

É uma notícia triste para público e para todo elenco que compõe o grupo, já que por 40 anos a Via Sacra foi consagrada por ser um dos maiores eventos ao ar livre do Estado do Maranhão, além de referência de público e encenação.

A decisão da não realização do evento anual da semana Santa foi tomada em conjunto pela diretoria do Grupo Grita. Os diretores do espetáculo optaram por não o realizar este ano já que compreendem o alcance de público para o evento, além da preocupação com a disseminação das várias fases do corona vírus.

“Por decorrência da chegada da variante Ômicron ao Brasil, em novembro, que houve receio de propagação da do vírus e com isso levou o grupo a discutir sobre a realização da Via Sacra esse ano, tendo por fim optado em não realizar”, diz wharles Lemos, um dos produtores do projeto.

Plateia prestigiando o espetáculo em 2019. (Foto: Reprodução/Instagram)

A importância do evento

A história de amor encenada tem como palco as ruas e praças do bairro e sempre teve grande apoio da comunidade, que participa não somente nos dias do evento, mas, também, nos preparativos e bastidores já que a colaboração começa meses antes.

O espetáculo muda a dinâmica do bairro, aproxima os moradores que iniciam preparativos de cenário, ensaios e reuniões, e colaboram consideravelmente para o aumento do faturamento do comercio na região.

Como foram dois anos seguidos sem o evento, havia dúvidas e cobranças de moradores esperançosos para sua realização. Mas com a confirmação do terceiro ano consecutivo sem o show as pessoas “entenderam que a não realização era por um motivo de força maior” afirmou Wharles.

Segundo Wharles, o grupo GRITA já está articulando novidades dentro de textos, personagens, entre outros, e “essa nova formulação do projeto é um jeito de compensar o público” que sente falta e atrair novos telespectadores para Via Sacra.

Uma coisa é certa a saudade do show de semana santa é enorme, e a expectativa é que haja o espetáculo no próximo ano, podemos esperar novidades jamais vista nesses 40 anos de apresentações.