22/02/2024
Sem categoria

Quem agride profissionais de imprensa agride a democracia

Nota de repúdio27/02/2015 | 13:33
 
A Federação Nacional dos Jornalistas torna público seu repúdio às agressões sofridas por uma equipe de reportagem da TV Oeste, afiliada da Rede Bahia, nesta sexta-feira (27/02), quando cobria a paralisação dos caminhoneiros, em Luiz Eduardo Magalhães, na BR 242, no extremo oeste do estado. A violência contra jornalistas é uma clara tentativa de obstaculizar a livre circulação de informações e, portanto, um atentado à democracia.

Segundo informações, além de furarem os pneus do carro de reportagem e cortarem as câmaras de ar, manifestantes xingaram a equipe. Além do repórter cinematográfico Fernando Correia ser ameaçado quando que registrava imagens da paralisação, o repórter Muller Nunes foi agredido com chutes por um caminhoneiro.

A FENAJ solidariza-se com os profissionais agredido e cobra das autoridades competentes a apuração do caso e punição dos responsáveis pelas agressões.

Brasília, 27 de fevereiro de 2015.
Diretoria da FENAJ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.